Top 10 Of Metal + Extras: Happy Birthday
em 29 de abril de 2016
Oi amigos vocês estão bem?
Hoje completo mais um ciclo de vida, e muitas coisas foram vividas com o passar dos anos. Como é comum com todos, nós mudamos com passar dos tempos, vivemos novas emoções, defendemos nova ideias, conhecimento pessoas novas, e consequentemente de um jeito ou de outro nos adaptamos as novas situações de nossas vidas.



Nova Sequência do Mangá de Card Captors Sakura Será Lançado em Junho
em 26 de abril de 2016
A edição de junho da revista Nakayoshi da Kodansha está anunciando no sábado que os membros da equipe criativa CLAMP estarão lançando a nova sequela da série de mangá Card Captor Sakura na edição de julho da revista on June 3. O manga começará após a personagem Sakura após ter se graduado no primeiro ano escolar da Tomoeda Elementary school, em seu primeiro ano da escola secundária. Sakura tem um sonho misterioso, e um incidente ocorre.
Este ano marca o 20º aniversário do mangá original. NHK BS Premium começou a re-exibir a saga Card Clow do anime no Japão em 6 de abril. A série de mangá original da menina mágico Cardcaptor Sakura, foi publicado pela Nakayoshi de maio de 1996 a junho de 2000, e Kodansha publicou 12 volumes do mangá de novembro de 1996 a julho de 2000. Tokyopop lançou a série em Inglês em duas edições, e Dark Horse Comics lançou a série em formato omnibus.
Uma série de anime produzida pela Madhouse exibido no Japão a partir de abril de 1998 a março de 2000. Um filme intitulado Cardcaptor Sakura: The Movie estreou no Japão em 1999, e Cardcaptor Sakura: The Sealed Card em 2000.

Por Trás das Letras: Primeiro Nós Tomamos Manhattan
em 23 de abril de 2016
Faz muito tempo que não tem um “por trás das letras” né. Quando ouvir "First We Take Manhattan" do Sirenia pela primeira vez, logo percebi que não se tratava de uma canção de autoria da banda norueguesa. Isso me chamou atenção, e me fez pesquisar um pouco sobre a canção, e o resultado disso lhes trago agora, confiram!"First We Take Manhattan" é uma canção do compositor Leonard Cohen, que foi originalmente gravado por Jennifer Warner em 1986 para o single Famous Blue Raincoat. No ano seguinte, o próprio Cohen gravou a canção para o seu álbum "I'm Your Man". Vários outros artistas também gravaram uma versão da canção, como o R.E.M.



O significado por trás da canção é muito complexo, em muitos locais que pesquisei foi dito que a canção tem uma conotação terrorista. Se analisarmos as duas primeiras estrofes percebem exatamente isso, na verdade até o próprio título da canção já nos faz pensar algo do tipo:

“They sentenced me to twenty years of boredom
For trying to change the system from within
I'm coming now, I'm coming to reward them
First we take Manhattan, then we take Berlin”

“Eles me condenaram a vinte anos de tédio
Para tentar alterar o sistema a partir de dentro
Estou chegando agora estou voltando para recompensá-los
Primeiro tomamos Manhattan, então tomamos Berlim”

“I'm guided by a signal in the heavens
I'm guided by this birthmark on my skin
I'm guided by the beauty of our weapons
First we take Manhattan, then we take Berlin”

“Eu estou guiado por um sinal nos céus
Eu estou guiado por esta marca de nascença na minha pele
Eu sou guiado pela beleza de nossas armas
Primeiro tomamos Manhattan, então tomamos Berlim”

“I'd really like to live beside you, baby
I love your body and your spirit and your clothes
But you see that line there moving through the station?
I told you, I told you, told you, I was one of those”

“Eu realmente gostaria de viver ao seu lado, baby
Eu amo o seu corpo e seu espírito e suas roupas
Mas você vê que há linha de mover-se através da estação
Eu te disse, eu te disse, eu te disse que foi um daqueles”

What I Watched: Bones (Parte 3)
em 19 de abril de 2016
7ª Temporada: Enfim Juntos
Brennan e Booth estão finalmente juntos, de fato, esperamos por muito tempo né? A morte de Vincent fez do dois se aproximarem novamente. Eles agora vivem como um casal e tem que se adaptar à nova vida. Para substituir a grande perda de Vincent, temos o novo estagiário, Finn. Um ex delinquente que tem a chance de mostrar que é uma outra pessoa. Apesar de mostrar um trabalho brilhante ajudando a resolver um crime, Finn é recebido com hostilidade e ceticismo, levando Cam a questionar sua decisão de lhe dar uma chance para começar de novo.

The Crack In The Code
What I Watched: Bones (Parte 2)
em 14 de abril de 2016
4ª Temporada: Booth Em Perigo
Demorou um tempo para me acostumar com a falta de Zack. Logo sua falta foi preenchida com os novos estagiários! Depois de Zack, Brennan ficou "traumatizada" então decidiu adotar vários estagiários ao invés de apenas um. Eu gosto de todos de menos a única mulher do grupo, Daisy. Ela é extremamente irritante é convencida, e se acha uma versão mais nova de Brennan. Cada um deles tem características diferentes. Fisher é o deprimido, Atrastoo é o estrangeiro (com origem do Irã), que todos desconfiam (a princípio), Wendell é o garoto mais humilde (e meu favorito) que tem a oportunidade de ouro nas mãos. Vincent é o "maluco" com vasta coleção de curiosidade.

Booth em "The Hero in the Hold"
Mas se você pensar que O Coveiro está adormecido, eis que ele volta em “The Hero in the Hold”, a vítima da vez é Booth, que é sequestrado e acorda dentro de um submarino que está prestes a explodir. Enquanto tenta escapar, Booth reencontra alguém de seu passado, um companheiro de guerra que morreu em seus braços. Ele que dá forças para Booth seguir em frente e não desistir de escapar dali. Em paralelo a equipe do Jeffersonian tenta de todas as formas encontrar Booth, e ele contam a ajuda de seu charmoso irmão Jared. Contudo a visão de um ex-companheiro, já era sinal de que algo estava errado com Booth.
Deixando O Coveiro para trás, um dos episódios que mais gosto “Mayhem on a Cross”, entra no cenário do Metal pesado (agora entende porque eu gosto dele!). Booth e Brennan investigam sobre um esqueleto que servia como parte do cenário de apresentação de uma banda de Black Metal. Brennan tem a ajuda de Sweets que diz que já ser íntimo do cenário Metal, pois já gostou deste tipo de música. Ele até se disfarça para investigar sobre o caso. Outro que me chama a atenção devido a certas referências, é “The Girl in the Mask”. Booth ajuda um amigo do Japão, Ken, a descobrir quem matou sua irmã. Brennan também tem uma ajuda estrangeira de um conhecido médico do Japão, Dr. Haru Tanaka, que é amigo de Ken. Além da atmosfera asiática que somos submetidos, Dr. Tanaka menciona Sailor Moon, devido a máscara que é encontrada com a vítima.

Brennan e Sweets em "Mayhem on a Cross"
Para encerrar a temporada Brennan cisma que quer ter um filho e que o pai deve ser Booth, claro por ter uma simetria óssea perfeita (como a própria Bones diria!). Booth se sente sob pressão com o pedido de Brennan para que ele doe o esperma, essa pressão se manifestar sob a forma de uma alucinação do personagem Stewie Griffin de Family Guy. No entanto, Brennan percebe que não se trata de uma simples alucinação, Booth está com um tumor cerebral. Confesso que até hoje não entendi como ela conseguiu identificar que Booth estava com tumor apenas dele lhe contar sob a alucinação!
5ª Temporada: O Fim do Coveiro?
Depois de se recuperar da cirurgia, Booth volta ao trabalho. Um trabalho bem psíquico. Enquanto Angela está lendo seu futuro nas cartas de Tarot, sua vidente Avalon, revela a existência de vários corpos debaixo de uma fonte. Booth e Brennan investigam, apesar de Brennan não aceitar que Avlon possa ajudar na investigação usando poderes paranormais. Avalon é interpretada pela cantora Cyndi Lauper, que se encaixou muito bem ao personagem.
E agora vem toda a mágica que eu adoro, eu já cansei de dizer aqui que amo quando duas coisas que gosto se conectam seja de forma clara ou peculiar. Este é o episódio “The X in the File”, nem precisa dizer ao que se refere. Eu já tinha começado a assistir, Arquivo X e já tinha imaginado: “E se Booth e Brennan se encontrassem com Fox e Dana no edifício Edgar Hoover?” Seria incrível não? Brennan e Booth investigam restos humanos com atributos extraterrestres encontrados no deserto do Novo México. Logo eles descobrem que se trata de uma mulher fanática por OVIN, conhecida na cidade pela sua busca incansável por vida alienígena (isso me lembra alguém que conheço...) cuja uma evidência leva Booth e Brennan a acreditar na possibilidade de vida extraterrestre.

Brennan e Booth em "The X in the File"
Chegamos enfim o julgamento do Coveiro, ou melhor, a Coveira. No entanto, em “The Boy with the Answer” as evidências analisadas pela equipe do Jeffersonian, são confrontadas o tempo todo, pelo Coveiro colocando em dúvida a credibilidade das evidências. A equipe tem que trabalhar duro para provar o contrário, condenando de vez O Coveiro, que por sinal se autodefendia, pois ela era um promotor de justiça. Em paralelo Brennan e Booth recebem proposta que definirão o destino da equipe do Jeffersonian.

6ª Temporada: Reunião e Despedida
Começamos a sexta temporada com a equipe toda desmantelada! Booth foi para o Afeganistão, Brennan foi para Ilhas Maluku com Daisy participar de uma grande descoberta arqueológica, Holding e Angela Estão em lua de mel, restando apenas Cam, que está por um fio de perder o emprego, por não consegui solucionar a morte de um garoto. Caroline rapidamente chamar por socorro, e trazer todos de volta num piscar de olhos para ajudar Cam. Booth deixou para trás, Hannah uma jornalista que ele salvou no Afeganistão, ela aparece a sua procura e eles começam um relacionamento. Ficou evidente o desconforto de Brennan quanto a isso, mesmo ela tendo rejeitado Booth na temporada passada. Ela faz de tudo para não se importar com Hannah, e elas até se tornam amigas.

Brennan e Jude em "The Body and the Bounty"
Eu gosto de lembrar de Brennan em “The Body and the Bounty”, Jude um apresentador de um programa de ciência infantil, quer que Brennan participe de seu programa. É claro que Brennan recusa, porém Jude faz uma oferta de que se ele a ajudar a resolver o caso Brennan, terá que participar do programa. Ela concordar com o desafio e faz uma grande apresentação para as crianças!
Bones quase me fazer desistir de apreciar duas comidas que amo, primeiro foi em “The Critic in the Cabernet”, da temporada passada, onde uma pessoa foi encontrada em um barril de vinho (eu amo vinho!). E agora em “The Babe in the Bar”, temos uma pessoa dentro da maior barra de chocolate do mundo. Mas eu fui forte não deixei isso me afetar e eu não consegui desistir de ambos! (risos)
Brennan até então, mantinha o controle da situação com relação aos seus sentimentos por Booth, que foi abalado pela chegada de Hannah. No entanto, em “The Doctor in the Photo”, a equipe investiga a morte de uma cirurgiã, e Brennan começa a se identificar com a vítima depois de aprender mais sobre seu passado e pelo fato desta cirugiã ter uma personalidade muito parecida com a sua. Foi uma forma de escape, que a mente de Brennan encontrou para liberar todos aqueles sentimentos reprimidos. Ela finalmente percebeu que ama Booth, e não quer acabar como a vítima, que morreu arrependida por não dar uma chance a seu amor. Mas ela perdeu sua chance e agora ela deve se adaptar, assim como Booth fez e seguir em frente

Booth e Sweets em "The Bullet In The Brain"
O Coveiro tenta mais uma vez evitar a execução em “The Bullet in the Brain”, fazendo uma última apelação ao juiz. Porém, alguém foi mais rápido do que a pena capital, e quando O Coveiro está indo em direção ao tribunal, ele leva um tiro na cabeça, que explode diante de uma multidão, restando apenas o corpo inerte no chão e um Sweets em em choque pois estava muito perto do Coveiro. Esse é apenas um prelúdio para o novo inimigo. Jacob Broadsky, um exímio franco-atirador amigo de Booth, pensa que pode fazer justiça com as próprias mãos, matando pessoas corruptas e criminosos. Mais será mesmo? Ele nos atormenta novamente em “A Hole in the Heart” e prepara um novo ataque desta vez o alvo é alguém do Jeffersonian, muito provavelmente Booth. Certamente os produtores deste episódio me deixaram louca, fazendo suspense ao mostrar todos da equipe em suas tarefas enquanto Broadsky prepara seu local para atirar. Você fica pensando: “quem será o alvo?” Eu torcer para não ser Angela ou Holding já que estão tão felizes devido a gravidez de Angela, no fundo eu estava torcendo para não ser ninguém. No entanto, Booth está com Vincent na plataforma forense, enquanto ele analisa os ossos o telefone de Booth toca, ele percebe que é Broadsky e passa o telefone para Vincent para que ele atenda enquanto acompanha Angela rastreando a ligação. Booth não imaginava que estava entregando a morte para Vincent. O tiro corta o telhado do Jeffersonian e atinge o coração de Vincent, ele não ter tempo, apenas disse que não queria ir embora, pois adorava trabalhar no Jeffersonian, Brennan diz que ele não irá embora pois ele é seu estagiário favorito, porém era tarde demais, Vincent já partiu. Vincent não era meu favorito, eu o achava ele um pouco chato ás vezes, mas eu realmente fiquei triste, foi doloroso perdê-lo daquela forma cruel. Assim como Booth, eu senti um forte desejo de vingança queimando em meu peito, Booth saiu em perseguição a Broadsky e pegá-lo. No fim todos se despediram de Vincent, com sua canção favorita, pode-se imaginar como minha lágrimas rolaram neste momento.

Vincent, Brennan e Booth em "A Hole In The Heart"
What I Watched: Bones (Parte 1)
em 12 de abril de 2016
Considerações
Olá amigos! Primeiramente gostaria de dizer alguns pontos que devem ser considerados no texto a seguir. Quando eu criei o quadro “What I Watched” eu estava iniciando a 4ª temporada de Bones, então não achei relevante começar algo “pela metade”, ou seja, a partir da 4ª temporada. Neste ponto eu sou bastante metódica, por isso deixei para falar tudo de uma vez só. Contudo, será uma coisa bem complicada, pois há muito conteúdo para ser abordado, então eu vou tentar focar aqui em cada temporada e levantar questões mais marcantes e importantes para mim, sendo o mais breve possível, além disso, eu dividi o texto em três parte para não ficar tão maçante. De qualquer forma, peço desculpas caso esqueça algum detalhe importante, se você observar algo, por favor informe nos comentários! Então vamos lá!
Intro
Eu conheci Bones na Band, acho que em 2007 (não me lembro exatamente). Eu não achei muito interessante a princípio, pensei até que poderia se tratar de algo mais macabro (como uma série de terror, devido a “Ossos”). No entanto, como percebi que se tratava de investigação policial, resolvi dar uma chance! Acompanhei a série da Rede Bandeirantes acho que até a o fim da terceira temporada, porém não tenho certeza. Cheguei a comprar o Box com a primeira temporada, mas depois disso, nunca mais me interessei pela série, até reencontrá-la no Netflix em outubro passado. Bones é inspirado na vida da antropóloga forense Kathy Reichs, através da Dra. Temperance Brennan, e mostra como Brennan ajuda nas investigações de assassinatos tratados pelo FBI, tendo como parceiro o Agente Especial Seely Booth.

Lacuna Coil: Lyric Video de "The House Of Shame"
em 9 de abril de 2016
O Lacuna Coil liberou o Lyric Video de uma das novas músicas do seu próximo álbum de estúdio “Delirium”. “The House Of Shame” é a primeira faixa do álbum, e se mostra bem pesado com o vocal agressivo de Andrea Ferro. Delirium será lançado dia 27 de Maio pela Century Media Records, mais até lá se você quiser aproveitar curtindo “The House Of Shame”, a música também está disponível no iTunes.

What I Watched: City Hunter
em 7 de abril de 2016
Já fazia muito tempo que eu não assistia nenhum anime "novo", eu estava apenas com o DBSuper, e passei a assistir a toda série de Power Ranger. Por fim, no último mês decidi procurar uma coisa nova para assistir. Me lembrei de alguns anime que me chamaram a atenção em uma revista que costumava comprar quando era mais nova, a revista “Ultra Jovem”. Então fui no Site Super Animes e procurei por animes de acordo com o ano, mais precisamente dos anos 80 e 90, por que sinceramente, os animes de hoje em dia não tem me enchido os olhos, nem mesmo DBSuper, Sailor Moon Crystal (Que até parei de assistir), apenas Digimon Tri renovou meu espírito adolescente com nostalgia. Então no meio da busca eu achei City Hunter.