Top 10 of Metal: Krypteria
em 28 de fevereiro de 2015
Como tem acontecido nos últimos meses, eu tenho escutado bandas novas e este mês foi a vez do Krypteria. Primeiramente, o Krypteria foi um projeto musical fundado em 2001, mas a partir de 2004 se tornou uma banda. Entre 2001 a 2005, eles tocavam Pop/Rock Sinfônico depois disso, eles começaram a tocar Gothic/Power Metal. No entanto, o Krypteria parece estar num estado de hibernação, pois a vocalista teve seu primeiro filho em 2012, e desde então a banda resolveu dar uma pausa. O último álbum lançado foi em 2011 "All Beauty Must Die" e não há notícias recentes sobre a volta da banda aos palcos!


Ao contrário de outras bandas que menciono aqui no blog, o Krypteria não possui vocal lírico mas possui uma sonoridade um pouco sinfônica e corais nas canções. O primeiro álbum de quando o Krypteria ainda era um projeto musical, possui uma sonoridade diferente, algumas músicas como a “Run To You”, possuem batida de música eletrônica, e outras com um toque sombrio e letras inteiras em latim. Ao contrário do mês passado eu adorei Krypteria e como de costume eu fiz a minha lista das músicas que mais gostei. Have fun!

Kamelot: Divulgados Data de Lançamento, Tracklist e Arte do Novo Álbum
em 24 de fevereiro de 2015
Ontem a banda Kamelot divulgou informações sobre seu novo álbum de Estúdio. O álbum se chamará "Heaven" e terá como convidados a já conhecida Alissa White-Gluz, além de novas participações como Troy Donockley (Nightwish) e Charlotte Wessels (Delain). A pré venda o álbum começa daqui a 2 dias, então apressem-se! Confira abaixo as datas de lançamento do álbum, tracklist e a capa:

Reino Unido / NO / FR / DK / IT: 04/05/2015
EUA / CAN: 05/05/2015
SE / ESP: 06/05/2015
G / A / S / Europe / AUS: 08/05/2015



HAVEN Track Listing:
1. Fallen Star
2. Insomnia
3. Citizen Zero
4. Veil of Elysium
5. Under Grey Skies
6. My Therapy
7. Ecclesia
8. End of Innocence
9. Beautiful Apocalypse
10. Liar Liar (Wasteland Monarchy)
11. Here's To The Fall
12. Revolution
13. Haven

What I Watched: Digimon Frontier
em 22 de fevereiro de 2015
Ontem terminei de assistir Digimon Frontier pela primeira vez! Quando era mais nova eu não assistir as outras séries depois de Adventure, justamente porque não gostei por que não gostei da Zero Two. Agora depois de alguns anos e com o anúncio de uma nova série, eu resolvi assistir a todas as outras. Assistir o 02 e até que comecei gostar dela, o que me empolgou a assistir Tamers, que foi meio desanimadora, só fica bom no final! Com isso fiquei com o pé atrás em assistir Frontier e acabei me amando essas séries. 
Digimon Frontier não tem ligação com as outras séries, esta, conta a história de 5 crianças (inicialmente), que são convocados através dos seus celulares a participar de um jogo que pode e “definir seu destino”. As crianças: Takuya (meu favorito), Koji, Zoe, JP e Tommy embarcam em trem que os levam para o Digi-Mundo. E lá ele tem que encontrar os digi-espírito dos 10 guerreiros lendários para derrotar Cherubimon. O mais interessante dessa história é o fato das crianças se transformarem em Digimons, é uma coisa diferente do que acontece em todas as outras séries, onde as crianças agem em conjunto com os Digimon para derrotar o inimigo, mas desta vez elas lutam com suas próprias garras!



Com o passar dos tempos eles vão derrotando vários inimigos, inclusive um deles, muito poderoso, Duskmon era também na verdade Koichi, um digi-escolhido que foi persuadido pela maldade de
Cherubimon e também é irmão gêmeos de Koji. Muita água rola até ele enfrentarem o verdadeiro inimigo, Lucemon. Que queria dominar o mundo humano. As crianças unem sua força e seus digi-espirito e conseguem derrotar Lucemon e restaurar o digi-mundo.
Outro fato de tornar a história interessante, é o fato de ele fazer referência aos três arcanjos. Neste digi-mundo há três arcanjos responsáveis por protegê-lo: Seraphimon, Ophanimon e Cherubimon, nem precisa dizer que os nomes já dizem tudo né! E ainda tem Lucemon. Digimon pode parecer uma coisa boba, mais o que muitas vezes o torna um grande anime, é justamente o fato dele se basear, referenciar ou se inspirar em histórias, lenda e mitos que conhecemos. Hoje vou estou iniciando Digimon Data Squad, vamos ver que tipo de história vamos mergulhar desta vez!
Mudanças
em 17 de fevereiro de 2015
Bem pessoal, eu decidir fazer mais algumas mudanças aqui no blog, e desta vez serão mudanças bruscas. Eu decidir mudar a perspectiva do blog para algo mais pessoal, mais não se aflija, eu continuarei falando dos animes, das bandas, das séries por que afinal elas fazem parte da minha vida e se vou falar mais de mim elas continuam por aqui! Eu tenho sentido a necessidade de fazer algo meu, de mim, mas fiquem tranquilos que isso não é o fim, é um novo começo! Eu adoro escrever aqui no blog, gosto de escrever sobre várias coisas, dar a minha opinião sobre outras, mas a maioria delas não vem para cá. Então, durante esses dias eu estarei excluindo algumas postagens e mantendo apenas as que eu julgar do acordo com a nova proposta.

The Best's Anime Opening & Ending Songs +Extras
em 13 de fevereiro de 2015
De uns tempos para cá eu tenho me apaixonado pelas trilhas sonoras dos animes, já até postei várias OST aqui para vocês. Porém hoje venho com a minha lista das músicas favoritas, algumas delas marcaram minha infância, outras eu conheci tem pouco tempo, mas já me cativaram.Eu confesso que algumas delas eu prefiro a versão PT-BR, como as “Homework ga Owaranai”, “Hohoemi no Bakudan”, “Sayoara Bye Bye” e “The Biggest Dreamer”. Eu acho que a letra em PT-BR se encaixou melhor com a melodia do que a canção original. Outras eu gosto de ambas as versões, como a clássica “Cha-La Head-Cha-La” e “Pegasus Fantasy”. Apesar de serem canções de animações, muitas delas têm uma pitada de “rock” que me atrai e que faz unir duas das coisas que mais gosto Anime e Rock. Então eu criei uma playlist no YouTube com todas essas músicas e ficou bem legal, coloquei numa ordem aleatória para ficar mais interessante. Confira abaixo e sinta-se a vontade para ouvir e compartilhar!