The TLE's Best Of 2014
em 31 de dezembro de 2014
Mais um ano se passou e muita coisa aconteceram aqui no TLE. Como de custo-me eu sempre faço um post de reflexão do ano que se vai, mais isso tem se tornado muito depressivo, então desta vez decidir fazer algo diferente, fazer uma retrospectiva das coisas que rolaram aqui no TLE.
Em janeiro comecei a fuçar no Photoshop, na verdade não houve muito progresso, aprendi pouca coisa, a evolução tem sido bem lenta. Eu queria fazer coisas grandiosas, talvez um novo rumo na carreira, mais depois percebi que talvez não seja boa o bastante para isso! Eu tenho feito apenas ajustes em algumas de minhas fotos, vocês se lembram do post “The Green Of The Earth?” Então, isso evolui bastante, se tornou realmente meu passa tempo, meu álbum no Flickr já conta com 130 fotos de plantas e flores! Esse passatempo fez originar também o álbum “The Poetry Of Landscape”, que contém 48 fotos de paisagens. Ambos os álbuns foram inspirados em trechos de músicas do Rhapsody of Fire. E por falar em Rhapsody, também tivemos nosso clássico desafio com eles, fazia pouco tempo que tinha começado a ouvi-los e foi uma grande oportunidade para conhece-los melhor! Começo de ano também o aniversário o TLE, e ano passado fiz grandes mudança, tanto no layout quanto o nome, que anteriormente se chama LOS, inicias do meu nome e nem uma pouco interessante né? Para melhorar um pouco a dignidade do blog eu troquei o nome para “Through Lucy Eyes”, inspirado em uma da música do After Forever e que acabo caindo como uma luva, por que afinal, aqui você pode ver tudo o que passa pelos meus olhos, tudo o que eu vejo eu compartilho aqui no blog para o mundo!



Também através dos meus olhos (não exclusivamente...rsrs), vocês ficaram sabendo de muitos lançamentos e boa noticiais! O primeiro e talvez a maior notícia de total esse ano para quem é fã de Sailor Moon, foi o lançamento do mangá aqui no Brasil pela primeira vez e finalmente! No início não estava interessada em comprar, mais acabei comprando e estou fielmente acompanha todos os volumes e isso impulsionou a comprar de outro como o de Dragon Ball que também estou acompanhando a partir da Saga de Cell. E minha mão está coçando para comprar o mangá do Yu Yu Hakusho e Rouruni Kenshi (já encerrado), mais meu orçamento não permite adquirir 4 mangá ao mesmo tempo! E não podemos esquecer do lançamento musicais que tivemos! Quase um ano depois eu adquirir o meu DVD do Retrospect, o grande show de comemoração dos 10 anos do Epica. Mais logo varia a melhor coisa de 2014. Em maio tivemos o lançamento de “The Quantum Enigma”, sexto álbum de estúdio do Epica. Também tivemos o lançamento do álbuns dos italianos do Lacuna Coil, “Broken Crown Halo”, pra mim o melhor de todos, apesar de que o meu favorito continua sendo o “Karmacode”. Mas confesso que até hoje não consegui comprar os álbuns, estava esperando para comprar a versão Earbook do “The Quantum Enigma”, mais ao que parece esta versão não virá para o Brasil, então vou comprar os dois agora em janeiro, ambos na versão normal! Em meio a isso tudo não posso deixar de mencionar o meu acidente automobilístico. Nunca havia acontecido algo parecido comigo, eu sempre fui a master em andar de ônibus e fiquei até um pouco de remorso por ficou parecendo que a culpa foi do motorista, mais na verdade eu também tive culpa pois entrei no ônibus sem segurar em nenhum lugar o que facilitou a queda.
Ao passar todas essas emoções, chegamos a época do ano que eu mais aguardo e que só ocorre a cada quatro anos, sim é a Copa do Mundo! Eu não sou muito de acompanhar futebol, mais quando se trata de Copa do Mundo eu sempre sou mais efetiva, vejo todos os jogos (claro que quando possível), acompanho as notícias e tudo relacionado ao fato. Este ano foi bem mais fácil acompanhar com o advento das redes sociais, 3G e smartphone! Eu sempre tenho as minhas seleções favoritas, não somente o Brasil mais também admiro outras, como a campeã Alemanha. E Não pense que eu comecei a torcer para a Alemanha só por causa da fama e do que ele proporcionou nesta copa, eu já os admirava desde 2002, quando fomos campões e claro que a nossa derrota de 7 x 1 nunca será esquecida, mais sempre continuarei admirando os alemães. Em meio a Copa do Mundo eu finalmente comecei a assistir Pokemon, mais desisti lá pelo episódio 140 e alguma coisa...



Passada a euforia da copa do mundo, veio a notícias de uma nova temporada de Digimon, anuncia do Odaiba Memorial Day quando a séria completou 15 anos. Já foram revelados o design e nome da nova temporada que se chamará Digimon Tri, eu estou já mal posso esperar para ver as novas aventuras das oito crianças, e espero que a história seja envolta em mistério como foi a primeira. E em uma das minha pouco saídas de casa, fui ver com alguns amigos o filme do cavaleiro do zodíaco, “A Lenda do Santuário”, e foi um pouco decepcionante, e como diária o chaves “seria melhor que ido assistir filme do Pelé”.


Já a pouco para terminar o ano, eu senti uma vontade imensa de conhecer coisa novas, não é que esteva enjoada do ver os mesmos animes ou ouvir as mesmas músicas, mais sentia que era hora de sair de mesmice. Eu comecei ouvindo Xandria novamente e agora estou terminando de ouvir Tristania e a próxima vítima será o Sirenia. Eu tinha começado ao ouvir Delain, mais não deu para continuar e abandonei esse projeto. No lado dos animes, finalmente tomei coragem para assistir Yu Yu Hakusho e Weeding Peach. E devido ao anuncio da uma nova série de Digimon, resolvi assistir também a Tamers, no início estava bem chato, mais a história tem melhorado a cada episódio e já estou à altura do episódio 35. Weeding Peach e Yu Yu, já se foram, estou terminando Tamers e Samurai X e já tenho alguns outros programado para assistir lá no minha MyAnimeList e você podem bisbilhotar lá. E por fim, agora no fim do ano tivemos duas noticia boas. Semana passada o Nightwish revelou detalhes do seu novo álbum de estúdio “Endless Forms Most Beautiful”, e assim também como o Angra, anunciando participação de Simone Simons em uma das faixas do álbum “Secret Garden” e que já até vazou na net e já faz parte da minha galeria de música. E Espero ansiosa para o álbum do Nightwish.
Bem com um novo ano chegando, ei de ser a hora perfeita para começar um a wishlist. Eu já havia falado sobre isso antes, mais acabei deixando de lado, mais agora é a época perfeita para começar uma e tentar cumprir meus objetivos, eis aqui a Wishlist 2015. Muitas outras coisa aconteceram por aqui no TLE, e muitas outras ainda virão e eu espero que vocês continuem vendo através de meus olhos em 2015! Um Feliz Ano novo para todos!
See you the next year,
Lucy
Yu-Gi-Oh: Teaser Trailer de Novo Filme
em 24 de dezembro de 2014
Navegando pelo face descobrir que temos boas novas de Yu-Gi-Oh! No dia 21 de dezembro fui divulgado ela MAiDiGiTV, o primeiro teaser trailer do novo filme de Yu-Gi-Oh! O Teaser é uma especia de linha do tempo, passando por todos os anos e mostrado a evolução de Yu-Gi-Oh! desde o mangá até os animes. Os protagonista serão os já conhecidos Yugi Muto e Seto Kaiba vivendo uma história totalmente original. O filme está programado para ser lançado em 2016. Abaixo segue a versão original do  teaser e a legendada:

Mês do Tristania
em 6 de dezembro de 2014
Como já havia dito estou ouvindo coisas novas e coisas que não são tão novas assim, mais que merecem outra chance! Eu comecei com Xandria e deu muito certo! Este mês eu tinha planejado ouvir o Delain mais as coisas não andou, e eu não aguentei nem um dia! Não é que Delain seja uma banda ruim; é boa, mais não é muito o estilo que gosto. Pelo menos não com seus últimos álbuns, no entanto os dois primeiros álbuns deles são os que eu mais gosto. O problema todo, é que eu gosto mais de algo sinfônico, que tenha orquestras, corais e tenha um lado mais pesado e dark e também um sereno e singelo! Assim como o Epica que tem suas músicas pesadas e sombrias, como também tem as suas musica serenas e calmas. Então decidir trocar logo no segundo dia para o Tristania, que quando conheci não foi um amor à primeira vista como Epica, mas que teve algumas músicas que me cativaram, como por exemplo “Deadlocked” e “World Of Glass” sendo o álbum “World Of Glass” o meu favorito! Não montei um “Top 10 Of Metal” como de costume por que ainda não tenho “afinidade” suficiente com Tristania, mas quando nossa relação estiver mais apimentada prometo postar as minhas favoritas.


See you the next postludium,
Lucy.
Desenhando: Wedding Peach
em 22 de novembro de 2014
Como eu havia dito alguns posts atrás, eu comecei a assistir uns animes novos, pois já estava um pouco cansada de ver os mesmos e precisava de algo novo! Os escolhidos foram Digimon Tamers, que não está me agradando muito, a história está muito monótona e durante os cinco primeiros episódios não aconteceu nada de empolgante, nenhuma digi-evolução, nenhuma luta, nada! Com isso eu tenho visto bem pouco, e para falar a verdade eu me esqueci completamente dele por que me empolguei com os outros dois animes e já faz uma semana que não assisto! A segunda escolha foi Yu Yu Hakusho, que estou bastante empolga, muito mesmo. Tanto que eu chego a assistir quase 6 episódios por dia quando tenho tempo livre. Antes tinha uma impressão diferente de Yu Yu Hakusho, não colocava muita fé, não achava que seria um estilo de anime que eu viria a gostar, (também tenho esse mesmo sentimento com Naruto) e acabou que a impressão foi totalmente o contrário. Mas, falarei mais de Yu Yu Hakusho em outra ocasião. E a terceira escolha foi Wedding Peach. Quando eu era mais nova eu ouvir falar sobre o WP, eu fiquei meio com o pé atrás, pois WP é um anime que foi criado para bater de frente com Sailor Moon. Realmente há muitas semelhanças entre dois, como por exemplo, a frase dita por Momoko antes da luta “o Anjo do Amor, WP, está extremamente descontente.”, que é de certa forma parecida com a que Usagi diz “Sailor Moon vai punir você, em nome da Lua”. 



Mas isso não quer dizer seja um anime ruim ou uma cópia barata de SM, até por que as histórias são bem diferentes. Receio até em dizer que estou a gostar mais de WP do que SM e olha que já sou uma fã antiga de SM. Vocês se lembram de que no início, Usagi se recusava a lutar e com muito custo ela conseguiu entender que tinha uma responsabilidade em mãos e que precisava cumprir custe o que custar a missão que lhe foi concedida, ou seja, há uma rejeição inicial. Já em WP, as meninas aceitam o desafio logo de cara, sem reclamar, chorar ou temer, elas entendem que tem que lutar. Fora do campo de batalha, os episódios também são mais interessantes. Eu particularmente adoro as briguinhas entre Momoko e Youseke, por que na verdade eles se amam! Há momentos muito engraçado, principalmente quando as três brigam pelo coração do Yanagiba. E é claro que não podemos esquecer-nos das partes em que aparece o time de futebol em ação.



É meio difícil dizer alguma coisa, eu sinto uma diferença entre os dois animes, cada um tem seus pontos fortes e fracos e suas propostas. Eu posso até ter dito um monte de asneiras sem sentido ai em cima, mais tentei transmitir a minhas perspectivas. De fato já fazia algum tempo que queria assistir WP, talvez a uns 10 anos atrás, eu o procurava para assistir mais não encontrava. Claro naquela época a internet não era tão robusta com é hoje nem sei dizer se existiam os fansub naquela época. Em resumo sinto que WP é mais agitado, enquanto SM é mais delicado.
Angra: Revelados Tracklist e Convidados do Novo Álbum
em 19 de novembro de 2014
Atrasada como sempre, mas como prometido na segunda feira o Angra revelou mais detalhes sobre o novo álbum, "Secret Garden". Além do tracklist, capa do álbum e o lyric vídeo da canção "Newborn Me", foram apresentados alguns dos convidados que participaram do álbum, dentre eles nossa belíssima Simone Simons interpretando a faixa título e a rainha Doro Pech em dueto com Rafael Bittencourt na faixa "Crushing Room".


Fonte: https://www.facebook.com/fabiolionenews


Tracklist:
1 - Newborn Me
2 - Black Hearted Soul
3 - Final Light
4 - Storm of Emotions
5 - Violet Sky
6 - Secret Garden
7- Upper Levels
8 - Crushing Room
9 - Perfect Simmetry
10 - Silent Call

Top 10 Of Metal: Xandria
em 7 de novembro de 2014
Semana retrasada eu decidi que era hora de conhecer coisas novas, tanto de animes quando de músicas. Isso por que eu sou bastante fanática com as coisas que gosto, e sempre ficou escutando e assistindo as mesmas coisas, sem nunca me cansar! Então para sair uma pouco dessa mesmice eu decidir buscar coisas novas e uma das primeiras vítimas foi o Xandria.



Eu já havia tentado ouvir Xandria antes, mais desanimei, não me agradou muito na época e deixei de lado, mas agora resolvi voltar com tudo. No princípio foi meio estranho, algumas músicas soavam como Pop Rock dos anos 80, algumas até me lembram músicas dessa época, como "Winterheart", “Answer” e “Eversleeping” (Não me perguntem por que, mais lembram..rsrs). Mais já me acostumei com elas e já até aprendi algumas, tanto que já dá para fazer um “Top 10” com as favoritas até agora! Confira abaixo:

Dicas: MyAnimeList
em 26 de outubro de 2014
Olá pessoal, estive um pouco sumida daqui mas é que tem estado meio tumultuado essa última semana, então, eu estou tentando ajeitar minhas tarefas do fim de semana e organizar melhor meu tempo para poder fazer tudo que o tenho que fazer, pois estava faltando tempo e sobrando atividades! Bem vocês notaram que eu dei uma repaginada básica no layout né? É, sei que não sossego com isso, estou sempre mudando e nunca estou satisfeita com os layouts do Tumblr e do Blogger, acho que nunca estarei! Pois bem, eu resolvi trazer um pouco de luz a escuridão, pois estava muito sombrio as coisas por aqui e como disse Hikari no episódio 45 de Digimon Adventure, "Luz e Trevas são faces da mesma moeda!". Então creio que deve haver um equilíbrio das faces aqui no TLE agora :P.
Então aproveitando o post, vou compartilhar uma dica para os amantes de animes como eu! A dica é o MyAnimelist. O MyAnimeList é um site que reúne várias informações sobre Animes e Mangas, onde você pode criar uma conta e adicionar os animes que você assistiu criando uma lista! É muito simples de usar é bem divertido! Ao adicionar o animes você pode classificá-lo p status: assistido, completo, planeja assistir e outros. Também dá para classificá-los como bom. Ruim, ótimo, obra de arte; quantas vezes foi assistido, quando foi assistido e outros. Você também pode adicionar seus personagens favoritos ou pessoas (ex: mangakas), e com essas informações, ele e criar algumas estatísticas básicas. Também é possível escrever reviews, participar de clubes e adicionar pessoas.
Não sei como classificar o MyAnimeList, eu o considero como uma rede social do animes, mais ele também parecer ser uma enciclopédia dos animes. Eu adorei por que eu particularmente adoro esse tipo de coisa! E quem quiser pode me adicionar lá! MyAnimeList!
See you the next post,
Lucy
Sakura Card Captors Vol 1
em 28 de setembro de 2014
Semana passada fui a banca de revista desesperada atrás do sexto volume de Sailor Moon, por que eu meio que tinha esquecido completamente de comprar. Não o encontrei lá, então pensei que já o tivesse "perdido". Só depois que vi uma post no grupo do Facebook, dizendo que volume 6 ainda não tinha saído! Ufa! Mais para não sair de mãos abanando, eu comprei o mangá da Sakura Card Captors Volume 1 Edição Especial. O mangá já está encerrado aqui no Brasil, foi muita sorte ter encontrado logo o volume 1. 



Eu ainda não terminei de ler, mais já percebi que a história tem uma cronologia diferente da do anime, o que me deixou um tanto confusa e estranha. Por exemplo, ela já possui a carta do bosque e utiliza esta, para capturar a carta alada.
Não sei se vou comprar todos os volumes, por a prioridade é o da Sailor Moon, talvez eu continue depois que terminar o da Sailor Moon. Outro que eu queria comprar é o de DBZ, eu já tinha dois volumes da Saga de Freeza, mais decidir para e começar a comprar só na Saga de Cell, porém já perdi dois volumes dessa saga. O Volume 6 de Sailor Moon está na bancas amanhã, 29 de Setembro, Então corra! 
My Review: A Lenda do Santuário
em 14 de setembro de 2014
Bem, o filme começa naquela clássica situação que já conhecemos do animes original. A cena em que Aiorios está fugindo do santuário com o bebê Atena em seus braços, e é perseguido por Shura de Capricórnio e neste caso também por Saga de Gêmeos. No filme o santuário parece está numa espécie de outra dimensão, ou pode se deduzir também para um pouco além dos céus, acima das nuvens, que foi o que eu pensei ao ver essa cena, principal no momento em que Aiorios cai em queda livre com o bebê nos braços e logo depois é encontrado por Mitsumasa Kido numa caverna de gelo nas colinas o Himalaia. 16 anos se passam e Tatsume revela a Saori que ela é Atena e que aquele poder estranho que ela tem se chama cosmo e também lhe conta a história dos "Cavaleiros do Zodíaco" (Acho que ele quis dizer Cavaleiro de Atena, como era constantemente dito no anime, mais tudo bem :P). De repente eles são atacados por um cavaleiro de prata, que foram enviados pelo Mestre do Santuário a eliminar Saori Kido. Neste momento surge Seiya e companhia para proteger a garota. À primeira vista os personagens têm algumas características bem diferentes da que conhecemos, como por exemplo, Seiya tão brincalhão e prepotente quanto é no anime. Hyoga parece ser mais frio do que o gelo da Sibéria, quem sabe ele adquiriu as características do seu local de treinamento. Shiryu parece ser confiante de que tudo vai dar certo e Shun, por sua vez, não parece ser "tão medroso" quanto é no anime, pelos menos ele não falou que não queria lutar, como era de costume ele fazer no Anime, e nem gritou pelo seu adorado irmão nos momento drásticos da luta.
 

Luta Contra Aioria
Agora na mansão kido, Saori e os cavaleiros de bronze são atacados. Logo eles percebem que se trata de um cavaleiro de ouro, sim Aioria, que chega como se fosse um cometa. Os cavaleiros de bronze tentam proteger Saori, mas eles são devastados rapidamente pelos golpes a velocidade da luz de Aioria. Ao ver os cavaleiros do bronze derrotados Saori manifesta seus cosmos e surpreende o cavaleiro de Leão que vai embora levando a armadura de sagitário. Após a luta com Aioria, Saori e Seiya conversam do lado de fora da mansão, e de repente Saori é atingida por uma flecha, pelo cavaleiro de Sagita. Sabemos que não é bem assim que acontece é uma mudança compreensível. É aqui que temos a primeira aparição de Ikki, eliminando o cavaleiro de Sagita.
Eles decidem então que é hora de ir para o santuário. Dai nós vemos que o santuário não fica em um lugar comum, conforme eu havia dito,. Ele adentra por uma escadaria e logo são teleportados para o santuário, onde se pode ver todos as casa flutuando no céu. Eles chegam à casa de Áries e são logo confrontados por Mú. Este conforme no Anime é bondoso e deixa o cavaleiro de Bronze seguirem para casa de touro sem problemas. Na casa de touro, eles dão de cara com Aldebaran em pleno banquete sabe se lá por que. Um Seiya autoconfiante o encara e inicia a luta. Detalhes para expressão “Tiozão”, utilizada pelo Seiya para nomear Aldebaran clássica de nossa dublagem brasileira. Como no Anime Seiya arrancar o chifre de Aldebaran. Os efeitos da flecha de sagita começam a fazer efeito em Saori, com isso os cavaleiros de bronze seguem em frente e Saori e levada por Aldebaran e Mú logo atrás.
Nostalgia de Jogos
em 24 de agosto de 2014
Eu não sou muito de jogar, acho que esse tempo para mim já passou ou estou parada neste tempo. Esse jogo atuais, nenhum deles me interessa como os jogo antigos! Meu Pc tem jogo sim, mas pode se dizer que todos eles são da década de 90, o mais recente que tenho é Yu-Gi-Oh! Power of Chaos, acho que eu adoro aquele gráficos horríveis do anos 90.
Eu adoro jogos de carros, principalmente quando se trata de andar pela cidade tranquilamente, e o meu preferido é Midtown Madness! Eu ganhei a versão demo dele em 99, no primeiro CD de jogo que comprei. Atualmente eu consegui baixar o jogo completo e também o Midtown Madness 2 completo e estou procurando o 3 mais está difícil de encontrar. Ele roda perfeitamente no Windows 7 e sem nenhum tipo de patch. Só usei um tipo de patch para liberar todos o carros para mim poder jogar.



Outro que gosto muito é o Unreal da Epic Games, é um jogo de tiro em primeira pessoa. Mas eu não gostava de jogo o "jogo" mesmo, o jogava mais as partidas de Death Match porque tinha medo das partidas normais, que são os mapas onde o jogador tinha que ir passando de fase, enfrentando seres conhecidos como Skaarjs. Eu tinha medo por causa dessa monstros, na época era muito medrosa, então gostava de assistir meu pai jogado essa partidas. O legal de Unreal e Unreal - Return to Na Pali, é a história por trás do jogo. Resumindo o jogo "conta" a história de um prisioneiro, conhecido no jogo apenas por "Prisioneiro 849". Este estava a borda da nave Vortex Riker, em direção a Lua de Prisão, porém a nave cai num planeta desconhecido. No jogo nós vivemos esse personagem, e sua busca para sair daquele maldito planeta infestado de criaturas, os Skaarj. Tive que usar alguns patch para fazê-lo rodar perfeitamente no Windows 7, pois ele não trocava de fase automaticamente e nem abria em tela cheia. Mais para frente eu tento abordar a história do jogo, pois é muito interessante.

 

Bem, e a minha mais recente busca é o jogo Fire Fight, é um jogo desenvolvido pela Epic Megagames Inc. e Chaos Works, vendido pela Electronic Arts em 1996. Este veio já instalado a versão demo no meu primeiro computador. Eu adorava combater as nave inimigas e acho que ele tinha umas músicas engraçadas. Bem não me lembro muito sobre esse jogo, eu estou procurando algo sobre ele mais é bem escasso. eu consegui baixá-los, mas ele não quer rodar no Windows 7 e não consigo achar uma solução para o problemas e não estou afim de instalar o Windows XP ou se bobear até o Windows 98, que é o compatível com o jogo. Vou procurar um pouco mais, se alguém souber de algum truque, deixe no comentário por favor! Até a próxima!



15th Digimon Anniversary
em 17 de agosto de 2014
Neste mês de agosto a séries Digimon completa 15 anos, digamos que mais precisamente na data de 01/08, data que marca a chega da criança ao Digimon pela primeira vez em Digimon Adventure 1. E para animar ainda mais as comemorações a Toei anunciou um novo Anime para 2015, trazendo de volta Tai e os digi-escolhidos clássicos para uma nova aventura. O novo Animê será uma continuação do primeiro e uma trailer foi lançado recentemente, e você pode conferir logo abaixo.


Digimon teve muitos lançamento ao longo desses 15 aos. Novas séries surgiram, mais a que foi mais marcante para mim e talvez para a maioria do fã, foi a primeira. Digimon Zero Two me agradou um pouquinho, mais ela não tinha tato aquela atmosfera de mistério e do “desconhecido”,
como na primeira, onde tudo era novo para nós e para os digi-escolhidos! Mais acho que podemos esperar algo bom, eu fiquei empolgada com a notícia. Não encontrei mais detalhes sobre a nova série, há uma página desse novo projeto, mais sem muita informação! Então vamos aguardar as surpresas que a Toei no reserva!

Por Trás das Letras: Esperança Abandonada
em 9 de agosto de 2014
Nos últimos meses o conflito israelo-palestino voltou a chamar a atenção do mundo, com novos atentados que já mataram 1902 palestinos e deixaram outros 10 mil feridos, desde o dia 8 de julho. Esse já é um conflito antigo, que iniciou-se em 9 de Dezembro de 1987, quando houve uma manifestação espontânea da população palestina contra a ocupação israelense. A população já saturada com a opressão israelense enfrentou o os militares de Israel apenas com paus e pedra. Este primeiro conflito é conhecidos como a Primeira Intifada.
Em 2000 tivemos a Segunda Intifada, que foi marcado por impasses nas negociações de paz e que se intensificou após o líder israelense Ariel Sharon visita a Esplanada das Mesquitas e pelo Monte do Templo, em Jerusalém, ambos locais sagrados para judeus e muçulmanos. A visita foi interpretado pelos palestinos como provocação, dando início a uma nova insurreição e conflitos na Faixa de Gaza e Cisjordânia.
Tudo isso tem haver com a música "Forlorn Hope" que faz parte do álbum "Decipher" lançado em 200 pela banda After Forever. Na usa-se de um personagem fictícios da origem árabe, que perdeu seu filho nos conflitos da Intifada. Intifada é uma palavra árabe que pode ser traduzida como "revolta", e geralmente é utilizada para designar uma insurreição de um povo contra um regime opressor ou inimigo estrangeiro.

"An old man is proud, but behind his modest smile lies the grief
(Um velho homem está orgulhoso, mas por trás desse sorriso modesto se esconde a aflição)
Only one picture of his brave son remains 
(Apenas um foto de seu bravo filho lhe resta)"

A comunidade internacional tentou interferir algumas vezes para promover a paz, mas nunca houve um  acordo definitivo. Nenhum dos lados tem interesse em ceder, já que o conflitos já envolve causa políticas, religiosas e econômicos.

"The hopeful ones gathered their strength to achieve the apparent impossible 
(Os esperançosos juntaram suas forças para atingir o que parecia impossível)
But all plans seem to be in vain 
(mas os planos foram em vão)"

Em 2010 o presidente Barack Obama foi o mediador na tentativa de retomar as negociações de paz, após uma interrupção de 20 meses.Contudo, a irredutibilidade do governo Netanyahu e a proteção diplomática americana impedindo na ONU punições a Israel pela transgressão das normativas internacionais têm reduzindo as chance de negociações, colocando mais um impasse que parece que nunca terá um fim.


"It seems that the vicious circle can never be broken through 
(Parece que o círculo vicioso nunca pode ser quebrado)
Because old wounds are reopened every time 
(Porque antigas feridas são reabertas o tempo todo)"

Uma das partes da música contém parte de um discurso histórico do ex-primeiro-ministro de Israel Yitzhak Rabin (assassinado em 1995 por um judeu ortodoxo), pronunciado justamente por ocasião do Prêmio Nobel da Paz, do qual foi ganhador em 1994.

"The peace that was born today, gives us all the hope that the children born today will never know war between us, and their mothers will know no sorrow. Allow me to end by the simple words: Shalom, Salaam, Peace."

"A paz que nasceu hoje, nos dá toda a esperança que as crianças nascidas hoje nunca vão conhecer guerra entre nós, e suas mães não conhecerão a tristeza. Permitam-me terminar com as palavras simples: Shalom, Salaam, Paz."

Assim como muitos eu me pergunto, quando essa guerra vai terminar? quantas vida mais serão sacrificadas?

Fontes:


Pokémon e Copa
em 20 de julho de 2014
Olá amigos! Nesse clima de Copa do Mundo vocês devem ter pensado que eu deixei os animes de lado não mesmo? Muito pelo contrário, tudo continuou o mesmo! Porém eu estava a procura de algo novo, algo diferente para assistir, então eu senti que era hora de finalmente encarar o Pokémon. Vocês devem estar se perguntando: "Você nunca viu Pokémon?". Bem mais ou menos. Na época que Pokémon estourou e era o maior sucesso, eu não tinha condições de assistir a série. Eu me lembro que Pokémon passava na Rede Record que não pega na minha casa, então fiquei a ver navios. Quando finalmente o canal ficou ativo na minha TV, eu assisti alguns episódios meio que no aleatório, pois como sabemos a programação das TV abertas no Brasil é uma droga e nunca é cumprida à risca, e então depois de algum tempo a série sumiu da Rede Record junto com Sailor Moon. Aff! Então agora eu criei coragem e comecei a baixar o episódios para assistir.

Tem sido engraçado e divertido assistir aos episódios, mais devo dizer que nunca assistir um primeiro episódio tão emocionante quanto o de Pokémon. Eu fiquei realmente surpresa. Pikachu e Ash não se dão muito bem a primeira vista, mas é incrível como um momento dramático faz os dois se tornarem grande amigos. Me emocionei com a parte em que Ash tenta fazer de tudo para levar Pikachu até o Centro Pokémon, depois de ficar ferido após uma batalha contra os Sperows. Nisso ele esbarra com Mysty e pega sua bicicleta, saindo numa corrida desesperada contra o tempo para salvar o Pikachu. Porém eles caem e são cercados pelos Sperows. Ash se põe entre os Sperows e o Pikachu ferido e ao ver o esforço que seu dono faz para salvá-lo Pikachu utiliza sua última força para dar um super choque que acaba com todos os Sperows. As lágrimas rolaram na minha face neste momento, realmente emocionante! Ash e Pikachu seguem em sua jornada e eu continuarei os acompanhando!
A Copa das Copas e a Tragédia Brasileira
em 12 de julho de 2014
O quanto tão rápido ela chega, ela também se vai. Mais uma Copa do Mundo passou e no último jogo sempre me bate aquele tristeza, e logo penso: “4 anos, vai demorar muito a chegar”. E num piscar de olhos ela já está de volta. Sinceramente não sei explicar esse sentimento que me toma por completo quando começa uma Copa do 
Mundo, eu simplesmente amo tudo isso! Me sinto um pouco frustrada por não ter ido a nenhum jogo, sendo que ela estava tão perto de mim, ainda espero ter a oportunidade de assisti-la de perto algum dia, sendo aqui ou não. Por um lado, desta vez não estou tão triste quanto das duas últimas vezes, em que eu realmente esperava pelo Hexa e ele não veio. Acho que desta vez já estava conformada de que ele não viria mesmo, porém não espera que fosse de uma forma tão trágica.



A Copa das Copas (como muitos dizem por ai), se tornou uma tragédia para nós brasileiros. Sinceramente eu já esperava que seriassem derrotados no jogo de terça-feira, mais não esperava que as coisas tomasse o rumo que tomaram. A seleção penta campeã levar um baile como levou, realmente o maior vexame de todos os tempos! Nem contra a França em 98 e 2006 e a Holanda em 2010, foi tão vergonhoso assim. Fiquei em estado de choque ao ver um gol da Alemanha atrás do outro, inacreditável! Nenhum jogador tinha reação, apenas olhavam a bola entrar no gol. Sofri em 98, me lembro perfeitamente que nos reuníamos na casa do meu tio, num churrasco para ver a final. Eu tinha apenas 10 anos, e naquela vez eu chorei, chorei muito com a derrota. Mas desta vez não fique triste nem abalada, até por que estava torcendo um pouco pra Alemanha também, por que como disse no post anterior, é uma seleção que admiro muito desde 2002 e fiquei muito dividida nesse jogo de Terça-Feira. Eles conhecem bem a nossa dor, pois em 2006, foram eles que perderam em casa nas semi-finais para a Itália, e desde então, o time alemão sofreu uma reformulação, e a recompensa deles virá amanhã, na final contra a Argentina.
Vou torcer para os alemães, claro! Mais não somente por que eles vão enfrentar a poderosa Argentina e a rivalidade que temos como hermanos. E sim por que a seleção alemã, além de mostrar um belo futebol, também mostrou simpatia pra com nós brasileiros. A impressão que tenho, é que eles não vieram somente para ganhar o quarto título de sua história, mas vieram para ajudar o povo brasileiro de alguma forma. Visitaram uma escola em Santo André e fizeram a alegria das crianças, fizeram uma doação para os índios Pataxós e esbanjaram o carisma pelo Brasil a fora. Eles realmente merecem ganhar, de todo o coração eu desejo que eles ganhem amanhã! E antes que digam que eu sou vira-folha ou algo do tipo, quero dizer que não vou deixar de torcer pela seleção canarinho, não consigo. É uma questão de patriotismo, sei lá. Não sei como explicar esse tipo de sentimento no futebol, é como se estivesse no sangue. Para nossa seleção, como todos devem crer, espero reformulações, chega dessa de ficar bajulando jogador, “fulando é o craque”, “fulando é o melhor”... Enfim. Tem que ter raça, amor à camisa para jogar e não fama. Espero que em 2018 o final seja um pouco mais feliz para nós e que venha para nós mais uma vez! Até lá!
See you the next wordcup,
Lucy

Festival de Bandas Novas 2014
em 17 de junho de 2014
Sábado passado eu resolvi sair um pouco da toca para conferir a apresentação de um amigo meu no Festival de Bandas Novas, que acontece todos os anos aqui na minha cidade já faz 16 anos! Já fazia muito tempo que não ia a este festival, talvez uns 7 anos ou mais, me lembro de ter ido com minhas amiga em 2005 e foi muito legal. O festival mudou muito, quase não encontrei gente conhecida, tinha muita gente nova; nova mesmo, praticamente crianças, ou melhor, adolescentes.



Quando cheguei a Banda Usversus estava tocando e o povo não parecia muito empolgado, acho que ninguém estava prestando atenção no show. E não é pra puxar saco, mais ficou evidente, que quando a banda do meu amigo, Royal Hawk, começou a tocar, com direito a Guns N’ Roses, Motohead, Iron Maiden e entre outros o publico literalmente incendiou! Todo mundo cantando junto com a banda, bangueando e balançando (eu), e pulando...
Foi bem legal e eu fiz alguma coisa diferente para varia e também pude rever uma velha amigas minha lá do ensino médio. O festival segue por esses meses até Outubro, com várias outras bandas e em locais diferente para quem tem curiosidade pode conferir mais informações nos links abaixo. Talvez eu vá outra vez, mais depende muito do meu animo... rsrs ultimamente estou muito devagar...
Torcedora de Ocasião
em 8 de junho de 2014
Enfim chegamos a uma época que adora e pela qual espero ansiosamente! A copa do mundo. Eu não tenho um time definido, e nem gosto de acompanhar o campeonato nacional, mais quando se trata da copa do mundo as coisas mudam. Não sei dizer o que acontece talvez um sentimento patriota, pois é algum que une todos, não há aquela rivalidade de torcedores como costuma acontece nos campeonatos nacionais, é uma coisa unificada, como se fosse um só coração torcendo. Eu adoro esse clima de copa!
Eu acompanha a copa desde de 1998, sim aquele trágico ano em que o nosso penta foi adiado. Eu vejo todos os jogos de todas as seleções, acompanho preenchendo as tabelas, e algumas vezes até compro o álbum de figurinhas. Este ano não poderei acompanhar todos, pois estarei no batente..rsrsrs. Mais uma das coisas mais divertidas e que me anima e enfeitar as ruas com as cores do Brasil. Colocar as bandeirinhas e pintar as ruas, isso é melhor coisa. Mais desde a copa de 2006 eu não fiz mais isso, pois mudei de bairro, e este é um lugar tipicamente pacato e não muito grande, com poucas pessoas e aqui não há toda a empolgação que tinha antes, de quando eu morava num apartamento e tinha vários vizinhos e criança que davam toda a motivação. Aqui onde moro agora, eu só enfeito minha casa mesmo.
Porém este ano a copa será um pouco tumultuada, devido aos protestos e manifestações. Muitas críticas ao governo pelos gastos com a copa do mundo, enquanto serviços básicos à população estão em decadência. Não discordo disso, pelo contrário, sou contra a corrupção e a favor da melhora desses serviços básicos. A questão é que a corrupção já vem de anos atrás e só com a chegada a copa, resolvemos tomar uma atitude. Bem este é um assunto bem delicado de se falar e que se divida em várias opiniões. Minha opinião se resume a esta imagem acima que compartilharam no Facebook, e que muitos devem discordar. Porém acho que aca um tem o direito de pensar e opinar como quiser, por mais que esteja errado. Cabe a cada um de nós respeitarmos a opinião uns dos outros, sem hostilizar.
See you the next soccer match,
Lucy
My Review: The Quantum Enigma
em 1 de junho de 2014
Depois de uma semana ouvindo “The Quantum Enigma” em loop quase que infinito, agora posso lhes dizer o que acho sobre esse álbum. O Epica sempre evolui muito a cada álbum, sempre há algo novo sem deixar de lado o tradicional. Eu sempre tenho um choque quando ouço pela primeira, devido a algumas mudanças na sonoridade enfim, mais aos poucos vou me acostumando. Mais devo dizer que demorei mais digerir o antecessor “Requeim For The Indifferent” do que o “The Quantum Enigma”. Por outro lado, “The Quantum Enigma” me fez gostar um pouco mais do “Requeim For The Indifferent”, mais não tirou o lugar de favorito do “The Divine Conspiracy”. Então vamos lá, vou falar de cada uma das canções.
Originem tem uma entrada repentina que sempre me dá susto, não é melhor que “Indigo”, minha favorita e melhor de todas as entradas que o Epica já fez. O coral vai muito bem, mais não gostei da sonoridade dela em geral.

Como é de costume a segunda música sempre se encaixa perfeitamente com música de introdução. Eu gostei do inicio, com o teclado do Coen dando a partida e a bateria devastadora de Arien, abrindo caminho para o coral. O refrão soa meio desanimador pra mim, não é tão empolgante como em “Resgin To Surrender” e “Monopoloy On Truth”. A uma parte do coral no meio da música, após os guturais de Mark, que soam iguais aos de “Kingdom Of Heaven”.


Foi a primeira música que conhecemos de “The Quantum Enigma”, foi lançada como single e deu pra sentir o gostinho do que estava por vir até o lançamento. O começo com sons orientais lhe pera para a bateria de Arien, que vem como uma bomba. Eu gosto dele com um todo, tem letra fácil de cantar, principalmente o refrão que é pegajoso mais não enjoativo. A presença do coral é bem forte e perfeita, e o jogo de vocais formado Simone e Mark fica bem legal.

Musicas e Mangás
em 18 de maio de 2014
Durante toda essa semana eu passei me deliciando com “The Quantum Enigma” e “Broken Crown Halo”, os novos álbum do Epica e do Lacuna Coil. Comece ouvindo ambo em paralelo, mais depois optei por ouvir –lós separadamente. Escolhei o “The Quantum Enigma”, á primeira “ouvida”, sem um pouco de repulsa, o álbum é bem diferente dos outros, isso é comum com o Epica, pois eles sempre evoluem musicalmente a cada álbum. Confesso que não estava gostando muito, me decepcionei um pouco com a “Kingdom Of Heaven – Part II” esperava algo, bombástico e explosivo como a “Kingdom Of Heaven” do “Desgin Your Universe”, mas não foi o que aconteceu. Ela soam como todas as outras músicas longas do Epica, principalmente a “The Divine Conspiracy” e me fez gostar mais do “Requeim For The Indifferent”. Depois de duas semanas ouvindo direto, já me acostumei com as música, algumas já me chama a atenção, como “Victims Of Contingency”, enquanto “Sense Without Sanity” não sai da minha cabeça.



Em paralelo, eu quase perdi o volume 2 do mangá de Sailor Moon, quando fui a banco só me restava dois! E em apenas 2 dias já estou quase no final :(. O mangá tem sido mais emocionante do que o anime, eu estava assistindo em paralelo com o Mangá, mais chegou numa parte que se tornou entediante, então quando me die por conta eu parei de ver...rsrsrs. Eu não perdi o volume 2 de Sailor Moon, mais perdi o volume 23 de DBZ, talvez tenha demorado tempo demais para comprar e com isso decidi que só vou comprar quando estiver na Saga de Cell/Androides. E finalmente, terminei o download dos episódios de iCarly! E por incrível que pareça já estou na terceira temporada. Eu tenho visto durante alguns intervalos. Eu estou louca para chegar a quinta e ver o desfecho do romance de Freddie e Sam, que até então era improvável. Na expectativa! Creio que depois do meio do ano meu tempo vai se equilibra novamente, estarei um pouco mais livre de obrigações e espero me livra de um dilemna que ada me atormentando, do qual não consigo me livrar! Mais não se apavorem, na semana que vem estarei aqui novamente...

Revelado o Enigma
em 1 de maio de 2014
Ontem tivemos o tão aguardado show de lançamento de “The Quantum Enigma”, sexto álbum de estúdio do Epica. E no mesmo dia eles também liberaram a versão Digital Download no Deezer, assim nós podemos logo matar a curiosidade! Será necessário criar um conta no Deezer para ouvir o álbum completo, mais você pode fazer o login através das suas contas do Google ou do Facebook. Eu já escutei uma 3 vezes...rsrsrs. Você podem ouvir o áudio completo no link abaixo e e também já tem vários vídeos do show de ontem, confira um deles logo abaixo! Ouça o álbum completo no Deezer!

Por Trás das Letras: Escudos Vivos
em 21 de abril de 2014
Já faz algum tempo que não temos um “Por Trás das Letras”, então eis que é hora de um! Para este eu trago para vocês a música “Living Shield” de 2005 da extinta banda After Forever. “Living Shield” fala sobre o Massacre de Beslan, que ocorreu numa escola da cidade de Beslan no norte da Rússia. O nome da música se dá pelo fato de que os terroristas usavam as crianças com seus próprios escudos vivos. O massacre começou em 1 de Setembro de 2004, quando um grupo separatista de militantes armados ocuparam a Escola Number One (SNO) da cidade de Beslan. Os militantes exigiam a retirada de tropas russa da Chechênia e reconhecimento independência da mesma. E é daqui que tiramos o primeiro refrão de música, quando Floor diz “Reféns de uma antiga ira...”. Muito já se ouviu falar sobre a Chechênia, pois diversos conflitos armados têm sido executados por conta do não reconhecimento de independência da Republica da Chechênia, resultando em aproximadamente 150 mil mortos, no período entre 1994 e 2003. 

“Pain and deep fear
Hostage in an ancient rage between people torn by their ideals
Willing to die, willing to kill
Hopeless and blind in their world where innocence dies”

O ataque ocorreu no começo do tradicional ano letivo russo conhecido como “First Bell” (Dia do Conhecimento), neste dia a crianças acompanhadas de seus pais e parentes participam de cerimônia na escola, e por esse motivo havia um numero muito grande de pessoas na escola. Os militantes invadiram a escola pela amanha e confinaram as pessoas no ginásio da escola. Os reféns foram privados de comer ou beber água, outros foram obrigada a carrega os corpos e até limpar o sangue no chão daqueles que foram mortos em explosões ou ataques. Já no segundo dia muitas crianças já não aguentavam a falta de água e comida, muitas delas tiraram sua própria roupa devido ao calor sufocante dentro do ginásio, muitas desmaiaram e outras bebiam sua própria urina para não morrer. O que nos leva para o refrão:

“Weak and frightend
Paralyzed and naked
they are children running for their lives
Lives are taken
Terrorists mistaken for they use the young ones
as refined living shields”


Sailor Moon Vol1 em Mãos!
em 13 de abril de 2014
Olá Moonies,
Eu estava quase desistindo de postar quando resolvi passar rapidinho para não passar a semana em branco. Ontem fui ao super-mercado e lá encontrei o tão esperado mangá de Sailor Moon. Não! não estava na prateleira ao lado de latas de sardinha! Mais tinha uma banda de revista perto. Eu estava esperando minha mãe passar no caixa (uma longa espera por sinal), quando avistei de longe o mangá lá dentro da banca (olhos de águia rsrs). imediatamente corri até lá e o agarrei..quer dizer comprei... kkk. Li algumas poucas ainda não apreciei por completo, mais como a semana de provas terminou agora terei um tempo para relaxar e me aventurar nas aventuras da guerreiras da lua!

Onda de Azar
em 6 de abril de 2014
Essa semana foi muito, muito ruim! Já comecei a segunda-feira com o pé esquerdo, sofri um pequeno acidente automobilístico, mas nada sério! Apenas roxões e dor, bati a cabeça perto da sobrancelha esquerda, o joelho e cai em cima da minha própria mão! E como diria uma das frases clássicas do pica-pau, "Em todos esse anos nessa industria vital, essa é primeira vez que isso me acontece!" Nunca tinha acontecido nada assim comigo antes. Depois da queda senti meu coração disparado, achei que seria projetada para fora do ônibus, não verdade faltou pouco. rsrsrs. Mas o motorista e a trocadora foram muito gentis e atenciosos me levaram imediatamente para hospital e ficaram comigo até a hora que sair. Agora todas vezes que escuto a música "Paschendale" do Iron Maiden, sinto um arrepio, pois era essa música que estava escutando quando caiu! Seria estranho de fosse "The Number Of The Beast" kkkkk.



Para completar a onda de azar quase vejo R$1500 jogados literalmente pela janela! Sim, meu Iphone caiu de mais ou menos 2M de altura no chão molha pois estava chovendo. Mais não houve nada com ele, estar a funcionar perfeitamente. Para afastar a onda de azar resolvi me dar um presente. Fui a banca para ver se já tinha o manga de Sailor Moon a venda, e não encontrei, mais encontrei algo, um pouco melhor (não é melhor por que os dois para mim tem o meus valor). Encontrei esse manga de DBZ, justamente da saga de Freeza, a qual estou assistindo novamente. Por hora, sinto-me aliviada por ter conseguindo terminar.
15th Futurama Anniversary
em 29 de março de 2014
A turma da Planet Express está completando 15 anos de viagens intergalácticas e de diversão em nossas vidas. Coincidentemente recentemente eu comecei a baixar as temporadas e já estou na sexta. Eu acompanhava pela Band, mais devido a sua “oscilada” e outros fatores, acabou sendo substituída pelo Simpson. Futurama foi exibido pela primeira vez em 28 de Março de 1999 pela fox, contando a história de Fry, um entregador de pizza do século XX que acidentalmente e congelado criogenicamente e acaba acordando no ano 3000.Ao contrário de muitos, eu prefiro Futurama do que o cotidiano familiar dos Simpson. Futurama tem uma história muito mais variada e engraçada, além de abordar vários assuntos de ficção científica, muitas vezes com episódios emocionantes. Não posso deixar de citar que meu personagem favorito é Bender, o robô cleptomaníaco.
Falando em episódios, uns do mais emocionante, é o episódio “O Trevo da Sorte”, quarto episódio da terceira temporada. Nele Fry passa por uma maré de azar total, e se lembra de um trevo de quatro folhas que tinha quando era adolescente. Então Fry decide descer até a Velha Nova York para pegar o trevo de volta. Em paralelo vemos alguns flashes backs do passado de Fry, que mostra a rivalidade de Fry com seu irmão e como ele sempre roubava tudo o que era o Fry, até mesmo queria roubar seu nome. Mas quando Fry chega a sua antiga casa, não encontra o trevo no lugar em que ele havia escondido no passado, então suponha que seu irmão havia roubado e fica furioso. No caminho se de volta para Nova Nova York, Fry se depara com uma estátua parecida com a de seu irmão, porém com o seu nome nela, o que o deixa mais furioso.
Ao voltar para Planet Express, Fry faz uma busca pelo seu nome e descobre que Philip J. Fry foi um famoso astronauta, além disso, também foi muitas de outras coisas que ele queria ter sido e fica furioso por seu irmão ter se tornado tudo o que ele queria ser. Ele também descobre que Philip J. Fry está enterrado no Obituário no Céu, e decide ir até lá para pegar seu trevo de volta. Ao chegar lá, ele começa a desenterrar o corpo, quando Fry acidentalmente esbarra na lápide, retirando uma parte do lodo e revelando a inscrição “Aqui jaz Philip J. Fry”. Com isso mostrado um flash back do passado, onde o irmão de Fry está com seu filho nos braços dando lhe o nome de Fry. Então Fry percebe que aquele não se tratava de seu irmão, mas sim de seu sobrinho.
O episódio termina com um Fry emocionado ajoelhado diante da lápide ao som da música Don’t You (Forget About Me). Nessa parte não consegui segurar as lágrimas! Esse foi um dos episódios mais emocionantes de Futurama, juntamente com o episódio onde Fry encontrar seu velho cachorro petrificado, nesse sim eu chorei… Mas essa história fica pra próxima e com diria o Bender, “até mais otários”! rsrsrs
Estranhas Coincidências: A Casa dos Zombies
em 1 de março de 2014
Em minha busca frenética por episódios dublados de Martin Mystery, eu encontrei uma coincidência peculiar. Eu adoro quando esse tipo de coisa acontece, pois nunca imaginei haver uma ligação, mesmo que estreita entre Martin Mystery e Xena A Princesa Guerreira. Sim, isso mesmo há uma ligação entre esses dois atrativos da TV. O episódio 12 da terceira temporada de Martin Mystery, “House Of Zombies” é uma homenagem ao filme de terror Evil Dead que foi dirigido, produzido e escrito por Sam Raimi irmão de Ted Raimi ou mais conhecido como Toxer o Poderoso. Ufa! Uma coisa puxou a outra...mais enfim essa é a ligação, agora vamos ao episódio e ao filme!
No filme, cinco jovens vão passar o final de semana numa cabana. Ao chegar ao local o jovens descobrem um livro, no porão da cabana e um deles lê uma frase escrita no livro sem saber que estava liberando uma maldição. Uma das jovens, Mia é possuída pelo demônio que necessita de se alimentar de cinco almas para voltar a terra. David, irmão de Mia e o amigo Eric, descobrem um segundo livro que contém única forma de salvar a alma de quem foi possuído pelo demônio. No fim David, libertar sua irmã da possessão. Porém ao tentar incendiar a casa, para acabar de vez com a maldição, acaba encurralado entre as chamas e morre quando a casa explode. Mia chora e de repente uma gota de sangue cai em sua mão, começa a chover sangue e ela percebe o demônio saindo de dentro das chamas da casa e tenta capturá-la. Mia consegue cortar o demônio ao meio com uma motosserra, então a chuva de sangue para e sol aparece.
Assustador não? Pois é, por isso que eu escrevi esse post baseado em resenha que li na internet, por que se eu vê esse filme, ficarei sem dormir por quase uma semana! Confesso, não gosto de filmes de terror, morro de medo. Por outro lado, minha mãe adora, e eu sempre me dava mal quando, pois sempre batia uma curiosidade de assistir o filme quando ela estava vendo, dai uma semana sem dormir direito! Rsrsrs



Pois bem, o episódio em bem parecido com o filme, só que sem as mortes violentas, claro! No episódio “House Of Zombies”, nossos cinco jovens são: Martin, Daiana, Java, Mom e Billy, que vão aparentemente passar um fim de semana longe de paranormalismo. Ao chegar à cabana Mom começa a agir estranhamente, sendo atenciosa com Martin, preparando o café e arrumando a casa. Então Martin e Daiana decidem checar o local e encontram no porão da casa um diário, que parece contar alguma história de amor entre duas pessoas (digo “parece” porque assisti ao episódio em inglês, sei um pouco de inglês mas não o suficiente para entender todos os diálogo claramente, por isso suponho que seja uma história de amor). Martin percebe que falta a última página do diário, ele começa a ler quando as luzes se apagam. Quando eles saem do porão percebem que Mom está possuída e que ela fechou todas as saídas da cabana para ninguém fugir. Quando tentam abrir as portas para saírem da casa, percebe que Java e Billy também foram possuídos. Eles fogem mas não consegue encontrar ajuda nem escapar, pois a ponte da qual eles vieram está destruída, então eles decidem voltar para a cabana e são perseguidos por Mom e Daiana acaba sendo possuída também. Martin encontra um quadro com um altar com velas e a foto de uma mulher e também a última página do diário. De repente o espírito/demônio, finalmente aparece, Martin foge levando a foto da mulher, Martin pede para que seus amigos sejam libertados pelo demônio, que só aceita quando ele percebe que a foto da mulher foi danificada. Porém ele não liberta todos, resta Mom. Ainda possuída puxa Martin de volta para cabana, então ele joga a foto da mulher no fogo da lareira e casa começa a desabar e explode destruindo o demônio. Ele e Mom saem em meio a fumaça e tudo acaba bem.
O episódio parece seguir quase a mesma história do filme, não? Os produtores souberam encaixar outras partes para preencher as partes violentas do filme, e manter o clima tradicional dos episódios de Martin Mystery. Bem e o que isso tudo tem a haver com Xena? Bem, nada né, só mesmo o fato de Sam Raimi ser o irmão de Toxer o pode... digo, Ted Raimi. E procurando mais algumas coisas para fazer esse post, descobri uma coisa bem legal.
Lançamento do Manga de Sailor Moon
em 25 de fevereiro de 2014
Essa semana eu vi um notícias no site SOS Sailor Moon que gostaria de compartilhar aqui! Depois de muitos anos esperando, finalmente teremos o Mangá de Sailor Moon aqui no Brasil. A data de lançamento foi anunciado no Diário de Sailor Moon 3, e está marcada para dia 29 de Março. Essa será a minha oportunidade de finalmente compra um mangá! Apesar de ser muito fã de animes e já ter visto um monte, eu nunca acompanhei um mangá. Bem... Se contar a leitura online, eu li todo o mangá de Fullmetal Alchesmist através da Central de Mangás, que, diga-se de passagem, muito bom!


Eu pretendo realmente comprar esse mangá, pois Sailor moon é um desenho muito especial pra mim, foi um dos primeiros animes que assistir na minha vida, juntamente com Cavaleiros do Zodíaco lá em meados de 1994 na querida e extinta TV Manchete. Doces recordações! Alí, naquela época, naquele instante que se iniciou a minha paixão por animes. Naquela época houve até o lançamento de bonecas da Sailor Moon, e é claro não podia fica sem a minha! Lembro-me que minha mãe me levou pra compra-la, e quando eu entrei na Loja e vi todas as bonecas de cada uma das Guerreiras, fiquei louca! Queria levar todas, mais não pude claro :( Então escolhi a Sailor Moon.



Também me lembro que, depois do fim da TV Manchete, fiquei torcendo para que Sailor Moon surgisse na TV aberta, mais nada! Quando começou a passar na Record, não pude acompanhar pois passava no horário em que eu estava  na escolha (maldito!). Então em 2010 baixei todos os episódios para revê-los, e foi incrível, já não me lembrava de mais nada da história! Hoje o que sobrou daquela boneca da Sailor Moon foi só o vestido (foto)! Não era uma criança desmazelada, mais era uma criança com ideias loucas! Acabei cortando o cabelo da Sailor Moon, as botas desapareceram e arranquei da tiara fora, até hoje não entendo o porquê disso, mais enfim... crianças... E falando de Tv Manchete não custa nada relembrar o bons momento né, então os deixo com esse ótimo vídeo do canal nostalgia da Tv Manchete!

My Review: Retrospect DVD
em 1 de fevereiro de 2014
O tão esperado show com orquestra e coral aconteceu dia 23 de março em Eindhoven/ Holanda, e contou com muitas surpresas. Meu primeiro destaque é a Intro que foi criada especialmente para o show. Em seguida temos “Monopoly On Truth”. Um pouco mais adiante temos a execução da “Presto” cover de Valvidi, com um violinista convidado da orquestra, que fez uma ótima parceria com Issac e sua guitarra. Então aparece o primeiro convidado, ou melhor, convidada, Floor Jansen, isso já era esperado, só que eu não esperava que fosse para um dueto com Simone na música Stabat Mater Dolorosa. 



A primeira surpresa foi à música “Twin Flames” foi tocada pela primeira vez ao vivo, que ficou maravilhosa. Depois tivemos um medley muito bom tocado apenas pela orquestra e que contou com as músicas “Feint”, “Fools Of Damnation”, “Mother Of Light”, “Kingdom Of Heaven”, “Run For A Fall” e “Deep Water Horizon”, respectivamente. Confesso que queria ter ouvindo “Fools Of Damnation” e “Kingdom Of Heaven” integralmente e não no medley mais ficou muito bom. Grudado no medley veio outra surpresa, “The Divine Conspiracy”. Foi feita uma alteração na canção que de 13 minutos, foi tocada em apenas 6 minutos, Eu não gostei, primeiro por que não gosto muita desta música (rsrsrs) é uma das que menos escuto do Epica, e segundo não gostei do jeito como ela ficou e soou (pelos menos pra mim). Em seguida uma surpresa e tanto, eles tocando uma música nova, chamada “Restrospect”, que á primeira vista confesso que não gostei muito (srsrsrs). 

30 Days Rhapsody Of Fire Challenge
em 25 de janeiro de 2014

É chegada a hora de mais um desafio e desta vez eu levarei vocês ao fantástico mundo das Enchanted Lands! Eu comecei a escutar Rhapsody em outubro do ano passado, suas músicas estavam perdidas não meu HD e que estava com vontade de ouvir algo novo. Como se falava muito no Fabio Lione e sua performance no Angra, eu quis conhecer como ele é em sua banda de origem, o Rhapsody. Rhapsody foi formada em meados de 1995 por Lucas Turilli e Alex Staropoli. O som do Rhapsody é épico e incorpora elementos de musica clássica, barroca com nosso querido heavy metal, o que fez a banda ser conhecida como “Hollywood Metal” ou “Film Score Metal”, pela semelhança com as música de trilha sonoro  de filmes.
Desenhando: They Came From Inside The TV
em 12 de janeiro de 2014
Eu estou em busca de novos animes para assistir e passei as férias inteira procurando loucamente por episódios de Martin Mystery. Minha busca não foi totalmente um sucesso, eu encontrei apenas os 4 primeiros episódios dublados e dois em português de Portugal. Depois de muita, muita, procura eu desistir e me rendi aos episódios em inglês, não teve jeito!  Por um lado é bom, dá para praticar o inglês eu consigo entender alguns diálogos mais muito poucos, pois eles falam muito rápido, mas querendo ou não ás vezes você acaba meio perdido. Estou tentando procurar pelos menos as legendas em inglês para traduzi-las para o português, mais nem isso estou encontrando.



Martin Mystery foi exibido 2006 na extinta Tv Globinho (saudades), Martin junto com sua meia-irmã Daiana e o Homem das Cavernas chamado Java, trabalham para organização chamada "O Centro" desvendando mistério pelo mundo. Os episódios são cheio de mistério com uma atmosfera bem assustadora e que ás vezes chega a dar arrepios. Eu mesmo confesso que fiquei com medo, principalmente do episódio “They Lurk Beneath”, onde uma civilização de alienígenas viva de baixo da terra. Fiquei com medo por que me lembrei do filme “Alien vs. Predador”, do qual tenho muito medo pois odeio filmes do tipo. Vocês podem esperar de tudo nos episódios e com certeza a gosma verde (kkkkk).