The TLE's Best Of 2013
em 29 de dezembro de 2013
Bem, o ano está acabando e nessa época eu sempre gosto de dar uma espiada nas previsões para o próximo ano. E agora que me dei conta de que nunca havia falado nada sobre astrologia/astronomia aqui no blog. Esses são dois assuntos pelo qual eu tenho uma fixação, e um pouco mais para astronomia, eu sempre gosto de ler ou procurar coisa a respeito. Todo fim de ano, eu sempre verifico as previsões, pra de certa forma me programar ou até mesmo está alerta sobre o que está por vim. Tem gente que não leva muita fé nesse tipo de coisa, mais eu posso ser considerada uma pessoa totalmente esotérica e tenho bastante crença nisso! Claro que não se deve levar tudo ao pé da letra, mais apenas tomar as previsões como um guia para o passo a serem dados no próximo ano. Além do ritual de conferir as previsões, eu também sempre me dou de presente de natal uma agenda. Eu sou fanática por agenda, é quase como um vício, quase não escrevo nela o ano todo, mas algo faz com que eu precise tê-las. Nos últimos anos eu tenho comprado uma agenda que une o útil ao agradável, unindo duas coisas que gosto, a agenda e a astrologia.
Não vejo a hora de esse ano acabar, 2013 foi um ano terrível para mim, só coisas “ruins” acontecerem, isso levando em conta que já não sou uma pessoa de muita sorte. Em 2013 senti que me rendimento caiu muito, isso foi perceptível na faculdade, já que praticamente estava "empurrando com a barriga" e estive a ponto de desistir. E pensar que iniciei a faculdade muito empolgada com ótimas notas, em 2013 tomei pau em três matérias, sim vergonhoso dizer isso, mas é algo que devo admitir. Também para 2013 lembro-me de ter lido algo de que seria um ano de muitas mortes.



Fiquei com isso o ano inteiro na minha cabeça, e realmente percebi que houveram muitas mortes durante o ano, de gente famosa e de gente comum, com muitas fatalidades de crimes. E também pode sentir isso na pele, pois na minha família foram duas perdas no ano, e uma delas muito inesperada, com meu tio que aparentemente gozava de boa saúde e de uma hora para outra... Outra foi a minha querida vó, já tinha uma idade avança e algum problema de saúde veio a nos deixar dois dias depois do dia das mães. Lembro-me que não queria visita, mais na última hora houve um estalo que me fez ir, como se inconscientemente soubesse que seria a despedida e dois dias dois ela partiu para sempre. Que descanse em paz! Essa semana também tive a notícia de que a vó de uma grande amiga minha veio a falecer também. Enfim, vocês podem pensar que estou ficando louca, mais sei que li isso em alguma previsão e isso de certa forma realmente aconteceu, pois percebi isso acontece a minha volta e fiquei com essas palavras na minha cabeça o ano todo! No trabalho, nada muito agradável aconteceu. Inicie num estágio onde não houve aproveitamento de ambas as partes e não pude aprender nada e nem colocar em pratica o que sei. Aceitei a proposta de emprego, para trabalhar com o serviço administrativo que no início estava tudo bem mais agora só tem me dado dor de cabeça. E agora me sinto entre a cruz e a espada, pois por um lado, não quero mais continuar e por outro tem a questão financeira, como ficam as contas e tudo mais.
Não há coisas boas para se falar desse ano, por que realmente não aconteceram! Então não vejo a hora de virar a página e começa uma “nova era" e espero que coisa boa venha esse ano, que acontece uma virada na minha vida, pois a tantas coisas que queria que não consiga concretizar! Que seja o ano que eu me liberte das correntes que me aprisionam e que tanto me afligem fugir do medo e agonia que me perseguem. Um feliz ano novo a todos, que seus desejos se realizem...
Tenchi Universe Original Soundtrack
em 14 de dezembro de 2013
Já faz muito tempo que não rola um OST aqui. Essa é a minha aquisição mais recente. Tenchi Muyo OST. Eu estava procurando muito atrás, mais não encontrava, encontrei neste site. Eu gosto os sons orientais que tem em algumas música, aquele que tocam sempre quando se fala de Jurai, como na faixa "Royal Nights".


11.Combat
15.Omen
Unboxing: Angels Cry 20th Anniversary Tour DVD
em 7 de dezembro de 2013
Um dos itens daquela minha tão esperada lista de lançamento, chegou na semana passada! O DVD “Angels Cry 20th Anniversary Tour” do Angra. No entanto, ainda não assistir o DVD com calma, vi apenas algumas partes que tinha mais curiosidade. Pra falar a verdade eu mais escutei do assisti. Outro da lista que já tenho em mãos, ou melhor, em “HD’s” (rsrsrsrs) é o CD “Dark Wings Of Steel” do Rhapsody Of Fire. Eu o encontrei para baixar, estava muito curiosa para saber como é o primeiro álbum sem contribuição de Lucas Turilli. Ainda não escutei direto mais senti que o álbum não é tão orquestral, sinfônico e Épico como os antigos. Isso já é perceptível desde “The Frozen Tears Of Angel” e se comparado com “Symphony Of Enchanted Lands II” e “Triumph Or Agony”. 



Eu gostei da faixa de introdução “Vis Divina”, ela tem o coral a orquestra e toda aquela coisa Rhapsódica de antigamente, mais é praticamente só nela. Também procurei na internet pelo álbum “Hydra” do Within Temptation. Consegui baixar, no entanto o arquivo estava em formato Zip com senha (¬¬). Não entendo qual o sentido de colocarem um arquivo na internet, publico para todo do mundo baixar, com senha.... Como não tinha a senha em lugar nenhum, eu não consegui abrir o arquivo e não pode ouvir o álbum. Os outros que tanto espero, ainda não estão disponível para compra no meu “amado” país, então a espera continua....
My Review: Bokura no War Game
em 23 de novembro de 2013
Eu tinha prometido mais detalhes sobre o filme Bokura no War Game, onde temos a batalha com o Digimon Diabomon. Fique tranquilo, vou tentar não contar o filme (rsrsrsrs), apesar de ser um filme "um tanto antigo", pode ser que alguém ainda não tenha visto, assim como eu, que nunca tinha visto até três semanas atrás. Quando estava procurando o filme para baixar fiquei com o pé um pouco atrás, pensando que poderia ser uma coisa totalmente diferente do anime. No geral não muda muita coisa, apenas a história (claro!). Não sei se tem o filme dublado, eu procurei e não consegui encontrar, apenas me deparei com o “compacto” americano, que junta os três primeiros filmes de Digimon, inclusive Bokura no War Game, e que não é grande coisa.  A arte do filme é bem diferente do anime, mais parece um pouco mais realista e viva. Os personagens se mantem com as mesmas características, apesar de ter achado Sora meio chatinha, um pouco diferente da Sora do anime.
SISTEMA OPERACIONAL: WINDOWS 98?
A todo o momento, vemos no filme, coisas “reais,  por exemplo, Digimon não existem de verdade (pelo menos acho que não, mas bem que poderia rsrsrsrs), mais no filme vemos coisas que realmente existem! Reparem no sistema operacional dos computadores. Claramente parece ser um Windows 98 da vida. Eu fiquei impressionada e achei a coisa mais legal do filme! Ver uma coisa “real” no anime, me deixou maravilhada. Por que eu já usei o Windows 98 sei como ele é, e tenho boas lembranças dele! Não só vemos só o Windows 98, mas quando Koushiro esta navegando na web e se depara com o Digitama de Diabomon, também é possível ver o Internet Explorer 6 e o bloco de notas, exatamente como o real. Isso também é um pouco contraditório, se reparem no anime, mas especificamente no episodio , dá pra vê que interface do sistema do laptop do Koushiro não é o mesmo do filme.



Poderia se especular que seja um Linux da vida, mas nem com este se parece, é um interface desconhecida. Outro fato interessante é que quando a coisa começa a ficar séria, Koushiro e Tai correm para outro computador, o do pai de Tai, e daí vem outra coisa legal. Koushiro pergunta a Tai se o computador está ligado á algum telefone e Tai responde que sim num ISDN. Muita coincidência, pois estava exatamente estudando ISDN na faculdade, e isso até me fez fica mais interessada pela matéria (rsrsrsrs). Então, Koushiro me faz lembrar de velhos tempos (talvez não tão velhos assim...rsrsrs) e de como era uma luta entra na internet usando a conexão discada, quando eles se conectam na internet. Claro que com o ISDN era um pouco melhor do que a internet discada, mais a clássica tela de “verificando usuário e senha” é bem parecida.



O MUNDO TODO ACOMPANHA A LUTA
As lutas acontecem na rede às crianças acompanham do computador enquanto seus Digimons lutam dentro da rede. Crianças de todas as partes do mundo estão acompanhando as lutas e inclusive enviam e-mails dando apoio ou até mesmo falando mal. Mas o legal foi o momento da Digi-evolução, até então eu fiquei pensando: como eles não fazer isso dentro do computador? E a resposta é; exatamente como no anime, a Digi-evolução foi e mesma, com direito até a música “Brave Heart” (como era de costume nessa hora) e todos ao redor do mundo puderam assistir a Digi-evolução em seus computadores.



CONEXÃO VIA SATÉLITE
Infermon causa o congestionamento das linhas telefônicas do Japão e consequentemente desconectando as crianças da internet, deixando Koushiro e Tai perplexos! Com isso, Koushiro recorre à outra solução para acessar a internet, um telefone via satélite. Pergunto-me como ele conseguiu isso tão facilmente ¬¬. Ele faz as devidas configurações de IP e número de telefone e pimba! Já estão de volta á ação. Quem me dera ter um telefone via satélite na minha época de internet discada, seria a salvação!


TELA AZUL DA MORTE
Claro não podia faltar um erro clássico do Windows 98! No meio do segundo roud da lutar, Wargreymon e Metal Garurumon agora enfrentam Diabomon (evoluído de Infermon). No meio da luta Tai fica desesperado e dá um tapa no computador que trava na mortal “Tela Azul”. Fazendo Wargreymon também travar e ficar paralisado (isso no meio da luta ¬¬), Koushiro chega e reinicia o PC, e nesse momento é possível ver que o computador tem só 16 MB de memoria (ixi).


QUEM TEM O RELÓGIO?
A coisa começa a ficar séria quando Diabomon que tinha invadido a rede dos EUA aciona um míssil e o local da queda é desconhecido. Ele se multiplica e desafia as crianças a encontrar o relógio para parar o míssil antes que este atinja o seu alvo. Dentre milhas de Diabomon qual estará com o relógio? As crianças recebem e-mails de apoio de todo o mundo, porém estes atrapalham o desempenho de Wargreymon e Metal Garurumon fazendo com que eles se movam mais lentamente. Koushiro utiliza dessa mesma ideia para atrapalhar o Diabomon, encaminhando todos esses emails para Diabomon, fazendo com que ele praticamente trave e assim eles conseguem derrota-lo.



Eu adorei o filme, foi bem legal ver coisas reais no filme e bem,  não ficou exatamente como um Review, foi mais uns comentários de coisa que achei interessante de ver no filme. Diabomon ainda volta para tocar o terror mais uma vez, já com a galera de Digimon Adventure 2, mais este fica para a próxima!
Á Espera de Lançamentos
em 16 de novembro de 2013
Não sei pra vocês mais esse fim de ano vai ser bem caro para mim. Com muitos lançamentos em vista, é hora de prepara o bolso para as compras. Eu não sou muito de compras CD’s e DVDs, acho que hoje em dia praticamente todo mundo é assim. Geralmente eu primeiro baixo, escuto o CD/DVD e depois compro, é como um test-driver do CD’s rsrsrsrs. Com isso pode se contar nos dedos quanto discos originais eu tenho: 2 do After Forever (Exordium e Invisible Circles), 2 do Iron Maiden (Killers e Final Frontier), 2 do Epica (Desgin Your Universe e Requeim For The Indifferent), 2 dos Aeromsith (Draw the Line e Big Ones), 3 do Nigthwish (Wishmaster, Dark Passions Play e Imaginaerium), 1 do Angra (Aqua) e 1 do Guns N’ Roses (Use Your Illusion I). E isso não é só por causa da internet, antigamente os CD’s eram caros, por tanto quase não se compra CD’s, sendo assim, passei um bom tempo ouvindo sempre a mesma coisa, como se tivesse parada no tempo.



Depois de alguns anos com a internet comecei a baixar as músicas, mais isso levava séculos, com a internet discada. Um arquivo levava quase uma hora para baixar e isso era um tanto desanimador. Mas consegui enriquecer minha coleção graças ao meu primo, que tinha uma internet boa e me passou uma quantidade enorme de músicas. Agora eu consigo baixar as músicas tranquilamente, e como agora eu tenho minha própria verba, é mais fácil de adquirir os CD’s. Apesar de agora ter uma internet eu tenho preferido compra os álbuns, até por que é legal ter uma coleção e curtir as preciosidades que tem nos encartes. Aqui em casa, com exceção de mim o povo é meio parado no tempo, se eu não der um empurrãozinho nada sai do lugar. E por isso ainda tenho o costume de gravar alguns CDs, pois meu som é um tanto antigo e não entrada USB e quando não estou no computador tenho que recorrer a ele para escutar músicas, mais isso ei de mudar em breve. Então estou pronta e ansiosa para pôr a mão no bolso e gastar com esses lançamentos.
Dentre os lançamentos esperados, temos um do Epica, o “Retrospect”, que já está na área desde 8 de novembro , quando foi lançado na Europa. Retrospect é o registro do show de comemoração de 10 anos do Epica, gravado em Eindhoven e 23 de Março de 2013, e que também foi transmitido pela internet. Eu já tenho o show que meu amigo conseguiu baixar da internet, mas é claro que o DVD virá muito mais recheado do isso, então com certeza vou compra.
Outro lançamento que está próximo é o novo álbum do Rhapsody Of Fire, “Dark Wings Of Steel”. Eu curiosa para ouvir esse álbum, já que é o primeiro sem Lucas Turilli, então quero ver como fico o som depois de sua partida, apesar de não ter gosta muito dos dois últimos álbuns da banda (The Frozen Tears Of Angels e From The Chaos To Eternity). “Dark Wings Of Steel” está para ser lançado em 22 de Novembro na Europa, já está quase chegando...


Diabomon e o Bug do Milênio
em 10 de novembro de 2013
Todos já devem ter ouvido falar do Bug do milênio ou, também conhecido por (Y=Year “ano” e 2K=2000). Foi um problema previsto de ocorrer nos softwares de computador nos anos 90, principalmente naqueles desenvolvidos em Cobol que usavam abreviação de datas para economizar espaço de memória/armazenamento. Com isso as datas eram representadas com dois dígitos para o ano. Sendo assim o software entendiam que teria o “19” para completar o ano, formando assim “1999”. Então na virada, quando tivéssemos “00” (de 2000), o computador entenderia que estaríamos no ano de “1900”. Isso ocasionaria muitos problemas, principalmente em questões financeiras, como boletos com atrasos de 100 anos com juros altíssimos!


Fonte: wikipédia


Mas afinal o que isso tem a ver com Digimon? Bem... No filme,  Bokura No War Game, o nosso Bug do Milênio, é representado pelo Digimon “Diabomon”. Ele surge na rede devido a vários bugs de diversos computadores no mundo, como um digi-ovo, é identificado por Izzy como sendo um Digimon.
Top 10 Of Metal: Within Temptation
em 3 de novembro de 2013
Estive sumida na semana passada mais estou de volta. Foi uma semana sombria, só aconteceram coisas ruins, tudo saiu errado tinha vontade de sumir e acabei sumindo aqui do blog... rsrsrsrs. Além disso, estou sem o que postar, eu parei um pouco com os animes e agora estou viciada em Rhapsody Of Fire e Séries como vocês devem ter visto em posts anteriores.
Então vamos ao Top 10 de hoje. Eu conheci o Within Temptation juntamente com o Lacuna Coil na coletânea “The Voice In Twilight” com a incrível “Jane Doe” em 2005. Só em 2009 eu consegui baixar a discografia, foi tortuoso baixar na minha decadente internet, mais enfim, hoje tenho toda a discografia. O WT está para lançar um novo álbum, e eu confesso que não estou muito ansiosa, por que já vi que ele será como o antecessor ou até um pouco mais “pior”. Ao meu ver, o WT tem se tornando muito “comercial” e já não faz música como antigamente. Vamos esperar para ver o que está por vir, enquanto isso aproveitamos as 10 mais do WT:

Dicas: Bloglovin
em 6 de outubro de 2013
Vocês devem ter percebido que fiz algumas modificações hoje no blog. como eu estava sem nada para fazer na web hoje, senti vontade de mudar um pouco mais as coisas por aqui... Com isso hoje aproveito para dar uma dica super legal que é o Bloglovin. Essa ferramenta é como se fosse uma rede social dos blogs e é muito fácil de utilizar apesar de estar em inglês. Para utilizar é necessário fazer um cadastro, criando o seu perfil. Depois basta adicionar seu blog pela url e pronto! Após tudo criado você pode procurar por blogs que você acompanha para segui-los. Pra mim isso foi um pouco ruim, pois só encontrei 3 blogs que sigo, acho que o Bloglovin ainda não é muito familiar por aqui no Brasil.


Depois que você estiver seguindo alguns blogs, é criado uma espécie de feed de notícias com todas as postagens dos blogs, onde você pode marcar as postagens como já lida, curtir a postagem e compartilhar. Você também pode escolher dentre vários buttons para colocar no seu blog. vocês já devem ter visto, logo na coluna a direto lá acima o/....

Epica - Requiem For The Indifferent Brazilian Tour
em 29 de setembro de 2013
Há um ano, eu estava eufórica e caminho do meu primeiro show do Epica. Imagina como eu estava ansiosa para chega ao show! O show ocorreu na Fundição Progresso como parte da “Requeim for The Indifferent World Tour” houve um atrasado de meia hora para iniciarmos a viajem, que me deu um frio na barriga, mais no fim ocorreu tudo bem. Saímos por volta das 16h30 e fomos curtindo a viajem a som de Dream Theater e chegamos lá por volta das 20h30. Assim que chegamos fomos pra fila para pegar o ingresso que tinha compra via internet, achei que seria uma longa espera na fila, mais até que foi bem rápido. Decidimos entrar logo em seguida, pensando em pegar um lugarzinho lá na frente, mais era tarde demais. Acho que todos resolveram compra a pista premium, pois esta, estava mais cheia do que a pista normal, mal dava para se mexer. 



Esperamos cerca de 30 min quando começou a tocar a intro “karma”, foi a “Karma” mais longa da minha vida (KKKK). E logo senti como era ruim ser baixinha! Não tive uma visão muito privilegiada durante todo o show, altas montanhas me cercavam o tempo todo, se é que me entende! (rsrsrr). Único que consegui ver perfeita mente do tempo todo era o Coen, ás vezes o Mark, quando ele estava no lado esquerdo do palco, enquanto a Simone, praticamente  não vi (kkk). Á musica pela qual eu mais esperava era “The Obessessive Devotion”, é uma das músicas que mais gosto, e era um sonho estar presente e ouvir essa música ao vivo.



Então logo senti com o fim chegara quando começou a batalha de Coen vs Arien de “Consign to Oblivion”. Achei que passou muito rápido, parecia que tinha tocado apenas 3 músicas. Eram 23h11 e já estávamos do lado de fora e show tinha terminado. Só me arrependi de não ter comprados às canecas, que estavam vendo vendidas pela internet. Foi um dia mágico e especial, curti muito, pulei, gritei e cantei uma experiência magnifica que nunca vou me esquecer
Mais Fotos!

Top 10 Of Metal: Rhapsody Of Fire
em 20 de setembro de 2013
Você vão dizer, dois Top 10 em um semana? Sim! é que essa semana foi a semana do Rhapsody Of Fire. Faz algum tempo que eu queria saber como o Angra estava indo sem o Edu, e que vem fazendo as turnê em seu lugar é Fabio Lione do Rhapsody. Não conheci o Rhapsody até esse semana, que foi quando eu resolvi começar a escutar para conhecer a banda. Isso é difícil de acontece por que sempre fico muito presa as mesmas música. É muito, muito, mais muito difícil mesmo eu escutar algo novo.
Nessa uma semana já tenho as minha música favoritas, já dá pra fazer um Top 10, mais nada "definitivo", por que nem conheço as música direito. Estou completamente fascinada e apaixonada pela incrível "The Magic Wizards Dream", até então ela ocupa o primeiro lugar. Também me encantei muito com a Forest Of Unicorn, que me soou muito engraçada kkkk (não me perguntem por que).

Top 10 Of Metal: Lacuna Coil
em 14 de setembro de 2013
Foi difícil par mim aceitar o Lacuna Coil. Eu conheci o Lacuna Coil numa coletânea que já citei aqui várias vezes aqui, a “The Voices in Twilight”, com a música “When The Dead Mens Walks”. O nome da canção inicialmente me chamou a atenção, mais me decepcionei ai ouvi-la, pois a voz da Cristina Sccabia me soou um tanto enjoativa. E é exatamente por isso que não gosto muito dos primeiros álbuns deles, incluindo a canção citada a cima que faz parte do álbum “Unleashed Memories”
Essa era a única música do Lacuna Coil que tinha, fiquei com o pé atrás em baixar a discografia da banda, mais resolvi que devia uma chance ao LA. Como não tinha uma internet muito boa, baixava primeiro as músicas menores, sendo a primeira “Closer”, pela qual me apaixonei completamente. Depois disso passei a gostar de Lacuna Coil. Gosto de todos os álbuns a partir de “Comalies”, sendo o meu favorito “Karmacode”.
Como eu disse a voz de Cristina soa um pouco enjoativa pra mim, mas a partir de “Karmacode”, isso muda bastante. O que me faz gostar também do Lacuna Coil é o fato de ter os dois vocalistas, a combinação de voz de Andrea e Cristina é o grande diferencial do Lacuna Coil. Eu pensava que nunca gostaria de Lacuna Coil, mais eis que abaixo lhes mostro que tenho muitas favoritas deles.

Por Trás das Letras: A Fachada da Realidade
em 9 de setembro de 2013
Nesta semana vai fazer 12 anos que ocorrem os atentados as torres gêmeas. Me lembro daquele dia perfeitamente, pois cheguei da escola doida para assistir Digimon, mais estavam fazendo uma cobertura sobre os atentados. Eu tinha 13 anos e naquele momento não tinha noção da coisa, e fiquei furiosa por não está passando o que eu queria ver. Só mais tarde atendi o quão grave era a situação.
Vamos voltar ao post... A música aborda tudo o que está relacionado com os acontecimentos daquele dia. Principalmente da religião do oriente médio, onde as pessoas morrem em pró da fé ou de um líder:

“People created religious inventions
To give their lives a glimmer of hope and to erase their fear of dying
And people created religious intentions
Only to feel superior and to have a license to kill”

“Pessoas criaram invenções religiosas
Para dar as suas vidas um lampejo de esperança
E para amenizar o seu medo de morrer
E pessoas criaram intenções religiosas
Apenas para se sentirem superiores e para ter licença para matar”

Desde daquela época, era muito comum ouvir notícias de atentados dos chamando “Homens bombas”. Estes não se importam em morrer e dar sua vida por aquilo que acreditam ser a verdade. Sempre que via uma notícia do tipo eu pensava “Esse cara não tem medo de morrer assim?” mais é como diz no próximo trecho da musica e como disse acima, a vontade de morrer dele é maior:

“Our desire to die is stronger
than all your desire for life
There is no getting away from it now
Only true faith survives”

“Nosso desejo de morrer é mais forte
Que todo o seu desejo de vida
Não há jeito de sair disso agora
Apenas fé verdadeira sobrevive”


Há outra parte da música que retrata bem isso e que tem uma frase muito marcante seguida de uma parte do discurso feito por Tony Blair:
“It doesn't matter where we die
It doesn't matter that you cry
We will take you with us”

“Não importa aonde morremos
Não importa que você chore
Nós te levaremos conosco”

"For those people who lost their lives on 11 September
And those that mourn them
Now is the time for the strength to build that community
Let that be their memorial"

"Para estas pessoas que perderam suas vidas em 11 de setembro
E aqueles que sofrem por eles
Agora é a hora de ter força para construir esta comunidade.
Deixe isso ser memorial deles"

Já ouvi falar muita coisa a respeito disso. Dizem que há muitas controvérsias sobre o ocorrido, de quem realmente planejou isso tudo em fim. A música fecha dizendo mais ou menos isso, essa fachada da realidade. Pode haver muita coisa por trás daquilo, que nunca descobriremos...

“Is there still room for new dents in old wrecks?
A disgrace on the beyond that can never be undone
Deceive yourself by yielding to soft words
Enrich yourself by making up your own mind”
“Ainda há lugar para novos talhos em velhos destroços?
Uma desgraça no além que jamais poderá ser desfeita
Engane a si próprio cedendo a palavras confortáveis
Enriqueça a si próprio fazendo sua própria opinião”

Desenhando: El Hazard
em 6 de setembro de 2013
Finalmente meus dias de agonia chegaram ao fim. Agora que estou com uma internet decente é hora de tirar o atraso secular. A muitas coisas que eu quero baixar só que agora que posso nem lembro mais quais são! Anteriormente eu tinha como baixar, mais agora sem como ter nada. Enfim... de tantas coisas que tenho me lembrei de uma que a muito tempo eu procurava e não consegui encontrar em lugar algum, os links sempre estava quebrados e já não tinha mais esperanças. Foi então que lembrei de El Hazard, um anime que passava no velho e bom programa Band Kids (que agora é um lixo), juntamente com DBZ, Tenchi Muyo e Bucky.



El Hazard não me lembro se cheguei a ver os episódios, acho que sim, mais não me lembro da história do anime. Se bem me lembro sempre começavam a passa direitinho, e lá pro episódio 10 começavam a passa tudo de novo (típico de TV aberta ¬¬), até que um dia resolveram passa tudo na moral, e quando esse dia chegou resolveram acabar com o programa para passar o programa do Datena ¬¬ fucking!. Band Kids voltou alguns anos depois passando apenas Cavaleiros do Zodíaco, para estragar o programa de vez, me colocaram a Kelly Key para apresentar, lastima!
30 Days Nightwish Challenge
em 4 de agosto de 2013

Com a volta do período de aulas eu estarei com pouco tempo para postar e estarei postando apenas nos fins de semana. Nesse começo é sempre conturbado e por isso vou começar com uma coisa bem simples, um novo desafio, desta vez com Nightwish.
My Review: O Último Mestre do Ar
em 21 de julho de 2013
Se lembram de semana passada que contei sobre minha frustada ida a locadora? Pois dessa vez eu fui mais esperta e fui na sexta feira. E consegui alugar o “O Último Mestre do Ar” e de quebra ainda trouxe um DVD de um show do Iron Maiden que estava lá e que o dono da locadora me disse que todo mundo leva achando que é filme de terror. Isso tudo só por que tem o Eddie de “Killers” na capa? (kkkkkkk). Eu estava muito curiosa para ver o filme, ver se era como no desenho e saber se era bom, mas...  não foi muito diferente do que acontece com os filmes assim. Ainda bem que nunca me dei ao trabalho de procurar por Dragon Ball Evolution, por que já me disseram que não é bom... Como sempre mudaram muitas coisas do desenho para o filme, coisas que penso que essencial para história se como a original. Vamos as criticas kkkk.

Sokka e Katara
Logo no começo já vemos que as coisas vão ser bem diferente, logo quando aparecem os personagens Sokka e Katara, que no anime tem a pele morena mais no filme me colocaram atores brancos (sem preconceito, só estou dizendo que tinha que ser como no original, como no anime). Os personagens são totalmente descaracterizados, com exceção da roupa e principalmente na personalidade. Tanto que Sokka tem um rabo-de-cavalo um tanto exagerado em relação ao anime e não tem aquele sarcasmo exagerado que tanto me faz rir no anime. A aparição de Aang, é bem diferente, já que no anime que o liberta é Katara e no filme é o Sokka, que inicialmente é bondoso com Aang enquanto no anime foi contra sua “chegada”.




Príncipe Zuko
Então chegamos a grande aparição do Príncipe Zuko, que como já disse anteriormente é o meu favorito no anime, o que já não posso dizer o mesmo do filme. Neste me colocaram um ator de pela morena, sendo que no anime Zuko tem a pela branco/pardo (novamente sem preconceitos). E me digam o que fizeram com o famoso rabo de cavalo de Zuko? Por que me parece que ter aquele rabo é ao importante o honroso no anime. Tanto que no Livro da Terra Zuko e seu tio, cortam os seus rabos de um jeito um tanto “simbólico”, como se tivesse um significado especial. A cicatriz de Zuko não é algo visível como no anime. Queimaduras sempre chamam a atenção, ainda mais se ficam em lugares expostos o tempo todo, mas a de Zuko no filme não deve ser uma cicatriz de queimadura ¬¬. Tirando isso Zuko do filme mantêm uma característica “parecida” com a do Zuko original.



Aang
Agora falando do personagem principal, Aang, esse sim parece muito com o original do anime, com exeção de quando ele faz a dominação dos elementos. Até o meio do filme o ator parece não ter jeito para executar as posições de dominação mais ao decorrer do filme ele acaba pegando o jeito da coisa. Kkkkkk. O Aang do filme também não é tão infantil como o do anime.




A História
Agora vamos à história, por que essa sim foi distorcida! Minha opinião. Alguns momentos que acho crucial para a história foram totalmente ignorados e principalmente os momentos de adrenalina dos combates, com no início após Aang se capturado e consegui fugir do navio de Zuko. No anime, Aang entra no estado Avatar e derruba uma geleira no navio de avariando a embarcação, o que não acontece do filme. Ou seja, sem muitas emoções iniciais.


Frustrada Saga de Fim de Semana
em 14 de julho de 2013
Ontem eu acordei com uma vontade estranha de ir a locadora, de ver algo diferente. Então lá foi eu com meu pai em busca de algo novo. Fui até a locadora sem ideia do que iria alugar, não tinha nem um filme em mente, mais lá fui eu. Quando cheguei lá e comecei a procurar por algo, não tinha nada além de filmes de terror (que eu não gosto), filmes que eu já tinha visto milhões de vezes e filmes que eu não queria ver (tipo Crepúsculo...). ai de repente encontrei algo que eu nunca tinha visto, que queria ver, e que nunca imaginei que encontrar na pacata locadora do meu bairro. Sim lá estava em minha mão o filme “O Último Mestre do Ar”, que é um filme baseado no desenho/anime, “Avatar – A Lenda de Aang”, que fiquei sabendo a pouco que existia um filme sobre Avatar. Rapidamente o agarrei e senti que aquela ida a locadora tinha valido a pena.  Continuei a busca e peguei também o filme “O Mito” de Jackie Chan. Eu sou um grande fã de Jackie Chan, tenho muitos filmes dele e também acompanhei sua empreitada no mundo dos desenhos com  “As Aventuras de Jackie Chan”.


Veja o review aqui

Especial Dia Internacional do Rock
em 13 de julho de 2013
Hoje, no dia internacional do Rock, vou lhe contar como tudo começou e como eu comecei a gostar e me apaixonar e curti este estilo maravilhoso de música, ás vezes muito criticado pela maioria das pessoas.
Acredite ou não eu comecei a gosta de rock, ouvindo Zé Ramalho quando tinha 10 anos. Meu pai é um grande fã de Zé Ramalho, tem vários discos antigos dele, e como ele sempre ouvia as musica eu passei a gostar. Em 2001 meu pai apareceu com uma coletânea que todos devem conhecer “Lovy Metal”. Meu pai também gosta muito de Scorpions e parece que é fanático pela música “Wind Of Change”, que por consciência estou ouvindo agora! Eu escutava essa coletânea sem parar, e como eu ficava muito com os meus primos que já gostavam de rock, também passei a gostar! Lembro-me até hoje de quando comprei meu dois primeiro CDs de rock, o “Draw The Line” e “Use Your Illusion” dos lendários Aerosmith e Guns N’ Roses. Meu pai também pegou emprestador com o meu tio um CD do Pink Floyd que até hoje tá aqui em casa (kkkk), já é nosso. Até então eu tinha apenas esse discos para escutar e mais nada!
Em 2005 eu ingressei no 2º ano do ensino médio e fiz novo amigos. Uma dessas novas amigas, Nati (grande amiga até hoje! :)), me apresentou ao Nightwish e o After Forever, me emprestando os discos “Once” e “Decipher”. Também me lembro muito bem desse dia, cheguei em casa ansiosa para ouvir, e quando coloque o CD “Decipher” e começou a tocar a instrumental “Ex Cathedra”, pensei que minha amiga tinha me dá um CD errado, pois parecia música clássica. Mas logo que entrou a emblemática “Monolith Of Doubt”, fiquei realmente impressionada. Como misturaram musica clássico com rock? Já “Once”, soou meio estranho para mim no início mais isso repentino, e logo já estava ouvindo loucamente o álbum e After Forever se tornou minha banda favorita.



Sakura Card Captors Original Soundtrack 3
em 7 de julho de 2013
Eu estava a bolar um belo post para hoje. Ele já que estava agarrado há algum tempo por que demandava muita pesquisa. Hoje eu resolvi retoma-lo, por que sentir que a hora dele ser postada tinha chegado... Mais foi interrompida, desta vez, para atender compromissos familiares. E agora perdi toda a inspiração que tinha adquirido de manhã.... Isso me deixa irritada e agoniada, por que agora não sei sobre o que escrever então estou desabafando (rsrsrsrs).



Bem... para não passar em branco post mais uma da série de trilha sonoras, desta vez, e pegando o embalado por que estou assistindo (de novo), vamos de Sakura Card Captors. Os CD's que mais gostei da trilha sonora de Sakura foram os 3 e 4, eis abaixo o disco 3. Just Listen!

Card Captors Sakura - Original Soundtracks 3

01.Tobira o Akete 

02.Clow Read no Densetsu 

03.Hangeki Kaishi 
04.Shinobiyoru Kage 
05.Kyouteki Shutsugen 
06.Kusen 
07.Yoru no Uta (Piano Version) 
08.Honey (Sakura's Version) 
09.Ganbare Sakura 
10.Mou Hitori no Shugosha 
11.Fuun no Kemono Cerebus 
12.Tomoe 
13.Saigo no Kaado 
14.Saigo no Shinpan 
15.Omoide ga Kiechau 
16.Shinpan Zokkou 
17.Kaado o Tsugu Mono 
18.Suiki Toiu Kimochi 
19.Honey

Os Mistérios de Digimon
em 4 de julho de 2013
Inicialmente Digimon pode parecer um anime bem bobo, feito mesmo criancinhas cheio de coisas infantis. Mas se você olha profundamente a história das 7 (depois 8) digi-escolhidos, vão se surpreender com os mistérios ocultos. Uma vez eu estava na faculdade e começou uma discussão sobre maçonaria, eu não entrei no bate-papo, mais naquele instante imediatamente me lembrei de Digimon. E vocês vão perguntar: O que isso tem a ver com Digimon? Pois bem, foi quando mencionaram o símbolo da maçonaria que me lembrei de já ter visto aquilo em algum anime. Então percebi que alguns dias antes eu tinha assistido ao episódio 27 “O Castelo Mágico de Myotismom”, de Digimon, e que fora lá que tinha visto o símbolo.
Já tinha uma curiosidade em saber o que Myotismom dizia ao abrir o portão para o mundo real dispondo as cartas na mesa de pedra. Isso sempre me intrigou mais nunca pesquisei sua relação. Foi nesse instante que resolvi procurar para saber o que tudo aquilo significava. O melhor meio de encontrar a resposta era perguntando para o Dr. Google, que me respondeu muito bem. Encontrei um blog com várias analise sobre Digimon. Esclareceu muita coisa e em alguns casos percebi que eu não era a única a pensava de certo jeito, eu li todas e gostei muito :). Abaixo lhes deixou o link, recomendo que leiam, pois é muito bem elaborado e interessante faz você ter outra visão do anime, e mostre que ele não é um anime tão infantil como muitos pensam!
See you the next digi misteries, 
Lucy

Por Trás das Letras: A Condessa de Sangue
em 30 de junho de 2013
Sempre quando escuto um álbum novo, pego as letras das músicas para ler e saber sobre o que elas tratam, histórias que elas contam ou a mensagem que o artista quer nos passar sobre seus sentimento e experiência vividas. Muitas pessoas sempre falam que músicas do estilo Rock/Metal são músicas do demônio, que falam sobre coisas ruins e coisa e tal, mais nem sabem do que a música realmente trata. Ao invés de pegarem as letras das músicas para ler e descobrir o que é abordado, preferem criticar. Isso me deixa indignada!
Abrindo a série de post que aqui chamo de “Por Trás das Letras”, eis uma história sombria e cruel, que é contada no álbum “Karma” do Kamelot. Há uma trilogia de músicas inspiradas na história da Condessa de Sangue, Elisabeth Bathory.



Elizabeth era uma condessa da renomada família Bathory, nascida na Hungria. Ela é conhecida por seus castigos cruéis, principalmente contra seus servos e criados. Um comportamento sádico que se iniciou após seu casamento, em virtude de seu marido ser um militar que sempre ficava muito tempo longe de casa. Esse comportamento também era uma consequência de sua obsessão por sua beleza e juventude, retratada no trecho da primeira música da trilogia “Mirror Mirror”:


“Mirror can you tell me how to stay forever young
Let me know the secret I will hold my twisted tongue
Please protect my beauty Velvet skin so pure and white
Hear my name resounding Like a hymn at dead of night”

“Espelho, você pode me dizer como ficar jovem para sempre?
Conte-me o segredo manterei minha boca fechada
Por favor proteja minha beleza pele aveludada tão pura e branca
Ouça meu nome ressoando como um hino na calada da noite”

O Desafio dos 7
em 28 de junho de 2013
Para o dia de hoje vamos a um pequeno desafio que encontrei neste blog que chamei de "O Desafio dos Sete". De todas as bandas que escuto, escolhi as 7 mais ouvidas para responder as perguntas. Aproveitem!!! :)


Pick 7 artists/bands that you love before reading the questions: 

1) Nightwish
2) After Forever
3) Epica
4) Within Temptation
5) Lacuna Coil
6) Kamelot
7) Iron Maiden

What was the first song you ever heard by 1?
Dark Chest Of Wonders

What is your favorite song of 7?
What are your favorite lyrics of 5?
How many times have you seen 4 live?
Unfortunately, never
What is your favorite song by 6?
Is there a song by 3 that makes you sad?
Maybe… “Linger
What is your favorite song by 1?
When did you first get into 2?
In 2005, when a friend lent me the album "Decipher"
What is your favorite song by 4?
Is there a song by 1 that makes you sad?
What is your favorite song of 2?
What song isn’t your favorite of 7?
I think the older ones. I prefer the album from 1992

Top 10 Of Metal: Kamelot
em 19 de junho de 2013
Continuando a saga “Top 10 Of Metal”, apresento agora, Kamelot. Não faz muito tempo que eu comecei a escutar Kamelot, acho que deve ter mais ou menos uns 1 anos e pouquinho (rsrsrsrss). Eles faziam parte dos 12 GB de músicas que tenho e que nunca ouvi. Ainda há muito para escutar! Apesar de um pouco recente me apaixonei instantaneamente por Kamelot e a música que me conquistou foi “March Of Mephisto” e todo o álbum “The Black Halo”. Mais logo o primeiro lugar ficou bem disputado e “March Of Mephisto” ficou em empate com “The Egde Of Paradise”, “Descent Of The Archangel” e “Rule The World”.
Ainda não consegui ouvir o álbum “Silverthorn” com o novo vocalista e ainda irei baixa-lo. Foi difícil escolher o primeiro lugar, como eu disse há um empate! Mais escolhi pôr fim a "Rule The World". Apesar de ser pequena ela tem o seu charme que combinada com a introdução "Solitarie" fica perfeita. O refrão me dá força e me impulsiona a seguir em frente e de uma certa forma me faz querer "Conquistar o Mundo"...

Desenhando: Trunks e os Androides
em 16 de junho de 2013
Enfim cheguei a tão esperada Saga do Saiyajins. Eu estava esperando ansiosamente para vê-la, já que incrivelmente eu nunca a vi completamente. Quando assistir DBZ pela primeira vez, á 10 anos atrás, comecei da Saga de Cell do maravilhoso episódio que me um misterioso jovem aparece e faz picadinho de Freeza, literalmente (rsrsrsrrs). Eu adoro esse episódio justamente por causa do Trunks, ele é o meu favorito de Dragon Ball, mais apenas o esse Trunks, o do futuro, por que o de DBGT....



Também a mais ou menos 10 anos atrás quando eu comecei a desenhar, eu fiz esse desenho do Trunks e dos androides 17 e 18 que eu vi numa revista de jogo que comprei. O desenho estava na sessão de cartas enviadas pelos leitores.
See you the next time,
Lucy
Dragon Ball Z Original Soundtrack 4
em 9 de junho de 2013
Já faz muito tempo que não post sobre algum soundtrack de animes, eis a hora! De todos os álbuns de trilha sonora de Dragon Ball Z, os CD's 4 e 5 foram os que eu mais gostei, principalmente do disco 4. As músicas desses dois álbuns são as mais tocadas durante a série, principalmente da Saga de Cell e Freeza. Abaixo segue o tracklist do CD 4 em japonês e inglês, Just Listen!


Disc 4: Dragon Ball Z BGM Collection


1. CHA-LA HEAD-CHA-LA (TV Saizu) 
        CHA-LA HEAD-CHA-LA (TV-Size)
2. Purorōgu & Sabutaitoru Wan
        Prologue & Subtitle I
3. Katsute Nai Kyôfu
        A New Kind of Fear
4. Ano Yo de Faito!
        Fight in the Afterlife!
5. Son Gohan to Pikkoro Daimaō
                 Son Gohan & Great Demon King Piccolo
6. Saiyajin Kitaru!!/Saiyans Arrive!!
7. Tenka-Wakeme no Chô-Kessen!!/The Fateful Deciding Battle!!
8. An’un Uzumaku Namekku-Sei/Dark Clouds Swirl over Planet Namek
9. Ma ni Ae!! Nanatsu No Doragon Bōru/Reach the Seven Dragon Balls in Time!!

As Aventuras do Superboy
em 30 de maio de 2013
Olás Amigos,
Parece que houve algum problema e o post que tinha publicado foi sobrescrito pelos seus rascunhos que tinha no meu tablet. Parece que o aplicativo do blogger para tablet e a web não se dão muito bem e resolveram me sacanear, então tive que refazer tudo.
Enfim vamos lá! Nessa última semana me deu uma vontade louca de assistir Smallville, senti falta daquelas manhã e Domingo que ficava assistindo as series no SBT e era uma briga aqui em casa por que Smallville passava sempre na hora de almoçar.


Top 10 Of Metal: Iron Maiden
em 26 de maio de 2013
Eu estava aqui na internet em busca de algo interessante quando me veio em mente criar um Top 10 das músicas que mais gosto. Como já disse nos desafios, é sempre muito difícil escolher a sua música preferida, no entanto, escolher as 10 favoritas é um pouco mais fácil! Inicialmente seria um Top 5 mais resolvi mudar para 10. Esse é meu Top 10 do Iron Maiden literalmente Top 10 Of The Beast...hahaha! Talvez muitos pensem que são músicas bem peculiares, mais eu também gosto do clássico como The Number Of The Beast e Blood Brothers!

30 Days After Forever Challenge
em 14 de abril de 2013

É hora de um novo desafio começar! Hora de lembrar os bons tempos dos After Forever, então deixe-me introduzi-los ao AF. O After Forever (AF) foi formado em 1995 sob o nome “Apocalypsce” e voltado para o Death Metal. Após a entrada de Floor Jansen a banda mudou de rumo e iniciaram a compor canções para lançar um álbum.
Dicas: Meu Querido Diário
em 2 de abril de 2013
Depois de terminar de assistir Mirai Nikki, eu fiquei com vontade de ter meu próprio diário no celular. Claro que este não irá prever o futuro como no anime, mais achei divertido fazer anotações de diário do que acontece comigo e ao meu redor. Pode parece fanatismo ou louco, mais quem não conhece uma menina que não tenha um diário? Toda garota tem seu diário/agenda para anotar seus segredos. Eu particularmente me tornei uma colecionadora de agendas, eu amo agendas! Apesar de não escrever muito nelas todo ano eu tenho que comprar uma apenas por vontade de tê-las. Mês passado mesmo que comprei uma só por que vi que estava barato, mais não vou escrever nela tão cedo! (rsrsrsrs).
Há uma linha de agenda em particular que adoro que tem como tema horóscopo, que eu não via há muito tempo e no fim do ano passado quando fui a papelaria dei de cara com ela novamente. Eu tinha comprado uma em 2007 e fazia muito tempo que não a encontrava para comprar. Rapidamente a peguei e fui direto para o caixa. Nela ainda anão há muitas coisas, há apenas algumas anotações padrão que sempre faço em todas que eu tenho. As agendas tem me servido mais para guardar recortes, fotos, e embalagens de chocolate que ganho de pessoas especiais... rsrsr, muito pouco escrevo nelas. No total eu devo ter umas 20 agendas a maioria em branco, no principio da adolescência eu escrevi mais, até por que mais coisas interessantes aconteciam ao meu redor e que com o tempo foi se acabando.
Mais voltando ao foco deste posto. Depois de assistir Mirai Nikki quis ter um diário no celular também. Então vasculhei a Google Play em busca de um aplicativo bem divertido e de todos por qual passei Diaro foi o melhor. Ele tem uma aparência amigável que pode ser alterada à coloração. Ele também conta com uma versão online e faz sincronização com dropbox, porém esta funcionalidade está presenta apenas para versão paga do aplicativo, mas é necessário ter uma conta no dropbox para a versão online, no entanto no consegui importar o backup do meu celular na versão online. Mas mesmo assim gostei muito deste aplicativo.
Também encontrei outro diário online, o diary.com, que também conta com uma versão de aplicativo para Android. Ele também tem uma interface amigável tanto online quanto no aplicativo sendo possível sincronizar. Tanto em Diary.com quanto no Diaro é possível anexar fotos o que os torna mais interativo e divertido. Eu ainda estou futricando um pouco nele por isso não posso dizer muito. Abaixo deixo os links para o download e acesso das respectivas versões de cada um. Deem uma olhada e escolham a melhor para guardar suas memórias.







Desenhando: Sakura e Syaoran
em 9 de março de 2013
Bem como prometido no post das Guerreiras Mágicas, vou falar de Tsubasa. Tsubasa é uma manga do famoso grupo Clamp, que depois foi adaptado para anime. O grande destaque de Tsubasa são os crossovers que são aparições de personagens de outros mangás e/ou anime do grupo Clamp, mas os personagens não são o mesmo de suas histórias originais, mais sim uma outra versão deles que em outro mundo com exceção dos de xxxHolic.



A história começa no país de Clow, onde vive a Princesa Sakura, que está apaixonada por seu amigo de infância Syaoran. Syaoran trabalha nas misteriosas ruínas. Sakura vai até as ruínas declarar seu amor a Syaoran, mais ao chegar lá é atraída por um símbolo no chão, Ao toca-lo ela fica inconsciente e surgem asas em suas costas. Sakura começa a ser puxada para dentro do símbolo, mais Syaoran a salva fazendo com que as penas das asas de Sakura voem para várias direções. Ainda inconsciente Sakura e Syaoran são enviados a Bruxa Dimensional Yuuko, pelo Sumo-Sacerdote Yukito.
Saint Seiya Original Soundtrack 3
em 5 de março de 2013
Bem pessoal, hoje continuo o post de Soundtrack que está “há tempos perdido”. Trago-lhes hoje eu original soundtrack 3 de Saint Seiya. Estou trazendo a 3 e a listagem de músicas abaixo por que ainda não encontrei uma lista de reprodução no youtube para colocar para vocês aqui. Divirtam-se!!

Playlist Aqui.



Desenhando: A Grande Criança Pinku
em 3 de março de 2013
Eu estou quase terminando do assistir Jibaku-kun (aqui no Brasil mais conhecido como Bucky). Eu pensei que nunca encontraria Jibaku-kun para baixar é um anime bem antigo, mais tive a sorte de encontrar os episódios completos para baixar mais infelizmente legendado (tenho preferência por dublado apesar de muito não gostarem), além de estar em ótima qualidade. Eu pensei que encontraria Jibaku-kun como encontrei Monster Rancher, que estava em péssima qualidade e faltando alguns episódios, mais pelo menos eu encontrei, não foi como El Hazard que até hoje estou procurando (devo confessar que não tenho  me empenhado muito nesta busca rsrsrsrs).
A primeira vez que assistir Jibaku-kun foi no programa Band Kids (bons tempos aqueles...),, me lembro que ficar esperando o dia inteiro ansiosamente para assistir ao animes que passavam inclusive DBZ. Jibaku-kun é um mangá de 1997 que teve uma adaptação para anime e conta a história de Baku (no Brasil Bucky), um garoto que tem o sonho de governar o mundo e que e escolhido do En (Spaak) para seu sucessor no posto de G.C (Grande Criança). Baku parte em uma jornada até a Torre Pontiaguda para se tornar a melhor Grande Criança do mundo em companhia de Kai e Pinku (Pink), outras duas Grandes Crianças através dos 12 Mundos.



Desenhando: 10 anos de X-Men Evolution
em 1 de março de 2013
Há um desenho do qual eu gostava de assistir muito quando eu estava na 8ª série, lá por meados de 2003. E em dezembro, quando tive “férias forçadas” me surpreendi quando vi que ele ainda estava no ar. O SBT é mestre em reprises mais com X-men Evolution exagerou, com isso já faz 10 anos que esse desenho está no ar, pode até ser bobo mais eu realmente me surpreendi. 
Bem por um lado isso foi bom para mim. Lembro-me de que até um tempo atrás ficava ansiando pelo dia em que veria Sailor Moon Cavalaieros do Zodíaco novamente, pois desde extinção da TV Manchete nunca mais se quer vi. Pelos menos Dragon Ball Z (com exceção da saga de Freeza) pude assistir nos “tempos modernos” e ficou bem fresco na minha mente, mas CDZ e Sailor Moon nem se que me lembrava mais.




30 Days Epica Challenge
em 22 de janeiro de 2013


O Desafio foi lançado e finalmente decidi iniciar o "30 Day Epica Changelle". Eu não poderia iniciar com outra banda que não fosse o Epica, minha favorita. Ainda não postei nada sobre o Epica aqui, será a primeira vez, então esse vai ser um ótimo jeito de vocês conhecerem essa maravilhosa banda e seu magnífico trabalho.
O Último Livro
em 6 de janeiro de 2013
Hoje terminei de ler o último livro da série Fallen da escritora Lauren Kate. Devo confessar que só comprei o livro pela estranha coincidência com os nomes do casal protagonista, Daniel e Luce, pois não sou muito fã de leitura, são raras as vezes em que leio, tem que ser algo realmente muito interessante para eu começar a ler um livro, e de um certo modo aqueles nomes tornaram-no algo interessante. O livro começou meio morno, parado. Juro que estava presta a joga-lo pela janela e achar que gastei R$ 40,00 a toa.
Só por volta do capitulo 9, é que as coisas começaram a esquentar, e a àquela altura não estava convencida da lealdade dos Párias. Daniel e Luce estavam em busca das três relíquias que poderiam revelar o local da queda dos anjos e impedir que Lúcifer reescreva toda história.


O primeiro momento emocionante para mim e que mês fez derramar a primeira lagrima (super emotiva J), foi o sacrifício da Molly e Gabbe. Molly não me agradava nem um pouco, mais no final do livro Tormenta passei a gostar mais desse personagem. Já Gabbe era um Arcanjo valioso para o equilíbrio entre o céu e o inferno. Mas algo maior ainda estava por vir. Já achei estranho que a segunda relíquia fosse uma mulher, e depois de desenterrarem um santuário e revelar um local que parecia o de uma cerimônia, logo soube o que estaria por vir. Dee a segunda relíquia era mais um sacrifício para deter Lucifer. Seu sangue revelou que o local da queda era em Tróia. Em Tróia Luce volta mais ao passado, e descobre que já fora um anjo, e que se seu primeiro amor não foram Daniel, mais sim Lucifer. No fim das contas Lucifer estava com o coração perdido. No fim tudo se resolve (não vou contar o final... rsrsrs). Acho que o final não poderia ser outro, deve ser o primeiro final de algo que eu não reclamo ou discordo de algo...