17 de maio de 2015

My Review: Elements

Sábado passado, eu tive noite toda só para mim, então eu aproveitei para fazer uma mega sessão de animes e assistir alguns DVD que estavam pendentes, e um deles era o “Elements”! Para este review teremos algumas coisas novas! Eu estava pensando outro dia, e acho que ficaria bacana fizesse avaliação de alguns quesitos com uma nota para cada, e eu estarei fazendo isso para os próximos reviews. Eu queria fazer isso com os antigos também, mas não sei se vem ao caso, já que alguns deles já tem uma certa idade! Outra coisa, é que você também pode avaliá-los conforme, em cada review tanto no rodapé quanto no cabeçalho terá uns ícones onde você pode fazer a sua avaliação. Você também pode fazê-la acessando o menu “Review”. Bem depois de todos os avisos vamos lá!
“Elements foi o show de comemoração dos 15 anos do Within Temptation que aconteceu em 13 de Novembro de 2012 na cidade de Antwerp na Bélgica. Porém, só foi lançado dois anos depois no dia 14 de Novembro juntamente com outra apresentação da banda no Heineken Music Hall, como parte da Hydra World Tour. O DVD se inicia com uma abertura um tanto cinematográfica, parece que você está prestes a assistir algum filme. Enquanto isso, a orquestra executa a “Intro” do álbum “The Silent Force” e um objeto composto por telões nas laterais, desce até o centro do palco, e quando ele toca o chão, começa “Iron”. O objeto começa a subir revelando Sharon com seu primeiro e estranho figurino do show! Na sequência temos “In The Middle Of The Night”, e um pouco antes do solo final, Robert aparece descendo no mesmo objeto que trouxe Sharon ao palco. Em seguida temos a eletrizante “Faster”, e depois “Fire and Ice”, onde Martijin abandona os teclados e vai para o piano. E então eis surge “Our Sollemn Hour”! E após ela ainda vieram: “Stand My Ground” e “Angels”, onde Sharon troca as bolas e quanto ela deveria cantar: "Blinded by faith I couldn't hear, All the whispers, the warnings so clear”, ela canta: “Blinded by faith I couldn't see, Your dark intentions, your feelings for me”.

Passada a confusão, a orquestra executa a intro de “Sanctuary”, que traz consigo “The Last Dance”, que contou com a apresentação de acrobatas e percussionistas. Seguido o mesmo ritmo, temos a doce “Say My Name”. Para minha surpresa a próxima canção,
vem lá das profundezas de 1998, “Candles”. Que contou com a participação de um convidado já conhecido dos fãs do WT, George Oosthoek, também de alguns antigos membros da banda, como Martjin Westerholt, além de algumas dançarinas! o.O. sim isso mesmo que você ouviu, também não entendi! Elas ainda permanecem no palco durante a execução de “Sinéad”. E então chegamos a Era Mother Earth com “The Promise”, Sharon surge com um vestido antigo, utilizado na Mother Earth Tour. Colada em “The Promise” temos a clássica “Mother Earth”, e para incrementar a apresentação da música, e dar um pouco de nostalgia há alguns fãs que acompanham a banda desde o começo, surgem no palco cactos infláveis. Se você assistir o DVD de Mother Earth Tour, vai ver que eles estão lá! Em seguida temos outro clássico, “Ice Queen”, que até então estava encarregada de encerrar os shows, agora esse papel ficou com “Stairways To The Skies”.

PRODUÇÃO DO DVD
Quando você assistir o DVD pela primeira vez, vai se sentir estranho algumas vezes, principalmente quando Sharon aparece com uma nova roupa e quando a próxima música fica tão “colada” na anterior. Isso porque o DVD está completo, em alguns momentos eu senti que estava faltando algumas coisas ali. E quando eu procurei o setlist do show, percebi que estavam mesmo faltando algumas músicas, como por exemplo, “Our Farewell” e “Neverending Story”. Outro fato que confirma isso é, ao final do espetáculo quando a banda está agradecendo ao público, você vai ver que a soprano Isabella Scholten está lá, mais ela não apareceu cantando em nenhum momento. Eu achei isso meio decepcionante, sendo um show de comemoração dos 15 anos da banda, eu gostaria de ver tudo, saber o que aconteceu em cada momento e não posso! Tirando os covers, as outras músicas são importantes não deveriam ter sido cortadas do DVD. As músicas que, foram cortadas do DVD são: Never-Ending Story, Titanium, Summertme Sadness, Grenade, Memories, What Have you Done, Our Farewell.
NOTA: 3
FIGURINO DA BANDA
Com exceção de Sharon todos da banda estavam com o figurino de acordo com a ocasião. Sharon aparece com vestimentas um tanto excêntricas! Mas o pior vestido de todos foi o azul que ela utilizou a partir da música “The Last Dance”, até “Candles”. Para mim este foi o mais sem sentido de todos!
NOTA: 6
EFEITOS
Within Temptation sempre gostou de muitos adereços nos seus shows, não seria desta vez que essa questão ficaria a parte. Muitos telões onde eram mostrados o próprio o show ou clips dependendo da música, assim como foi em Black Symphony. Fora o próprio palco que ajudou muito na dinâmica da banda. Efeitos pirotécnicos e de iluminação estava na medida certa.
NOTA: 10
ORQUESTRA E CORAL
A performance da orquestra de do coral estava perfeita. Porém não sei como estava ao vivo, mais no DVD, eu senti ambos um pouco ofuscados, se comparado com a Metropole Orchestra no Black Symphony. Em alguns momentos parecia que a orquestra não estava mais lá, o som da banda se sobrepujar ao da orquestra, o mesmo acontece com o coral. Em Black Symphony havia um equilíbrio, sem que ambos atrapalhasse um ao outro!
NOTA: 8
SETLIST
O setlist sem dúvida não foi um dos melhores. Uma das coisas que mais desagradou, foram os covers de outros gêneros musicais, que ao meu ver não se encaixou bem com o momento de comemoração de 15 anos da banda. (Sim! podem me chamar de fanática do Symphonic Metal!) E isso ficou pior ainda no DVD, já que cortarem algumas músicas que já não eram executadas pela banda há algum tempo, como “Never-Ending Story” e “Our Farewell”, que sem dúvida são parte importante de história do WT e que ficaram de fora do DVD.
NOTA: 5,5



Through Lucy Eyes

Template por Butlariz Modificado por Lusy Oliveira