12 de julho de 2014

A Copa das Copas e a Tragédia Brasileira

O quanto tão rápido ela chega, ela também se vai. Mais uma Copa do Mundo passou e no último jogo sempre me bate aquele tristeza, e logo penso: “4 anos, vai demorar muito a chegar”. E num piscar de olhos ela já está de volta. Sinceramente não sei explicar esse sentimento que me toma por completo quando começa uma Copa do 
Mundo, eu simplesmente amo tudo isso! Me sinto um pouco frustrada por não ter ido a nenhum jogo, sendo que ela estava tão perto de mim, ainda espero ter a oportunidade de assisti-la de perto algum dia, sendo aqui ou não. Por um lado, desta vez não estou tão triste quanto das duas últimas vezes, em que eu realmente esperava pelo Hexa e ele não veio. Acho que desta vez já estava conformada de que ele não viria mesmo, porém não espera que fosse de uma forma tão trágica.



A Copa das Copas (como muitos dizem por ai), se tornou uma tragédia para nós brasileiros. Sinceramente eu já esperava que seriassem derrotados no jogo de terça-feira, mais não esperava que as coisas tomasse o rumo que tomaram. A seleção penta campeã levar um baile como levou, realmente o maior vexame de todos os tempos! Nem contra a França em 98 e 2006 e a Holanda em 2010, foi tão vergonhoso assim. Fiquei em estado de choque ao ver um gol da Alemanha atrás do outro, inacreditável! Nenhum jogador tinha reação, apenas olhavam a bola entrar no gol. Sofri em 98, me lembro perfeitamente que nos reuníamos na casa do meu tio, num churrasco para ver a final. Eu tinha apenas 10 anos, e naquela vez eu chorei, chorei muito com a derrota. Mas desta vez não fique triste nem abalada, até por que estava torcendo um pouco pra Alemanha também, por que como disse no post anterior, é uma seleção que admiro muito desde 2002 e fiquei muito dividida nesse jogo de Terça-Feira. Eles conhecem bem a nossa dor, pois em 2006, foram eles que perderam em casa nas semi-finais para a Itália, e desde então, o time alemão sofreu uma reformulação, e a recompensa deles virá amanhã, na final contra a Argentina.
Vou torcer para os alemães, claro! Mais não somente por que eles vão enfrentar a poderosa Argentina e a rivalidade que temos como hermanos. E sim por que a seleção alemã, além de mostrar um belo futebol, também mostrou simpatia pra com nós brasileiros. A impressão que tenho, é que eles não vieram somente para ganhar o quarto título de sua história, mas vieram para ajudar o povo brasileiro de alguma forma. Visitaram uma escola em Santo André e fizeram a alegria das crianças, fizeram uma doação para os índios Pataxós e esbanjaram o carisma pelo Brasil a fora. Eles realmente merecem ganhar, de todo o coração eu desejo que eles ganhem amanhã! E antes que digam que eu sou vira-folha ou algo do tipo, quero dizer que não vou deixar de torcer pela seleção canarinho, não consigo. É uma questão de patriotismo, sei lá. Não sei como explicar esse tipo de sentimento no futebol, é como se estivesse no sangue. Para nossa seleção, como todos devem crer, espero reformulações, chega dessa de ficar bajulando jogador, “fulando é o craque”, “fulando é o melhor”... Enfim. Tem que ter raça, amor à camisa para jogar e não fama. Espero que em 2018 o final seja um pouco mais feliz para nós e que venha para nós mais uma vez! Até lá!
See you the next wordcup,
Lucy

Through Lucy Eyes

Template por Butlariz Modificado por Lusy Oliveira