1 de fevereiro de 2014

My Review: Retrospect DVD

O tão esperado show com orquestra e coral aconteceu dia 23 de março em Eindhoven/ Holanda, e contou com muitas surpresas. Meu primeiro destaque é a Intro que foi criada especialmente para o show. Em seguida temos “Monopoly On Truth”. Um pouco mais adiante temos a execução da “Presto” cover de Valvidi, com um violinista convidado da orquestra, que fez uma ótima parceria com Issac e sua guitarra. Então aparece o primeiro convidado, ou melhor, convidada, Floor Jansen, isso já era esperado, só que eu não esperava que fosse para um dueto com Simone na música Stabat Mater Dolorosa. 



A primeira surpresa foi à música “Twin Flames” foi tocada pela primeira vez ao vivo, que ficou maravilhosa. Depois tivemos um medley muito bom tocado apenas pela orquestra e que contou com as músicas “Feint”, “Fools Of Damnation”, “Mother Of Light”, “Kingdom Of Heaven”, “Run For A Fall” e “Deep Water Horizon”, respectivamente. Confesso que queria ter ouvindo “Fools Of Damnation” e “Kingdom Of Heaven” integralmente e não no medley mais ficou muito bom. Grudado no medley veio outra surpresa, “The Divine Conspiracy”. Foi feita uma alteração na canção que de 13 minutos, foi tocada em apenas 6 minutos, Eu não gostei, primeiro por que não gosto muita desta música (rsrsrs) é uma das que menos escuto do Epica, e segundo não gostei do jeito como ela ficou e soou (pelos menos pra mim). Em seguida uma surpresa e tanto, eles tocando uma música nova, chamada “Restrospect”, que á primeira vista confesso que não gostei muito (srsrsrs). 




Agora sem muitas surpresas, vem “Quietus” que contou com a participação dos antigos membros Yves no baixo, Ad na guitarra e Jeroen na bateria, e que foi executada perfeitamente. E claro que não podia faltar “The Phantom Agony”, com seu ritmo de balada num refrão e “Cry For The Moon” que contou com uma extensão de solo de bateria bombástico do Arien, foi incrível eu adorei! Não posso deixar de citar “Sancta Terra” com a participação de Floor Jansen, novamente, um dueto belíssimo. Já quase no fim outra supressa, “Design Your Universe”, essa eu e realmente gostei muito. Quando Mark começou a falar de criar seu próprio universo, abri o maior sorriso e comecei a gargalha. Não acreditavam que iam tocar essa música, que ficou ainda mais bela com ao vivo com a orquestra e coral. O show foi encerrado com a já esperando “Consign To Oblivion”, que se iniciou com o típico duelo entre Coen e Arien.
No Retrostream (digamos assim), muitas coisas me incomodaram, como, por exemplo: eu podia escutar perfeitamente a bateria do Arien mais mal conseguia ouvir a o coral! No DVD isso está bem melhor, claro! Há algumas perspectivas novas, porém houve um excesso no uso da iluminação (pelos eu acho). Há momentos no DVD em que há tenta luz que fica tudo embaçado e você não consegue ver quem está na tela.



01.Intro 
02.Monopoly on Truth 
03.Sensorium 
04.Unleashed (Versão do single "This Is The Time") 
05.Martyr of the Free Word 
06.Chasing the Dragon 
07.Presto (Antonio Vivaldi cover) 
08.Never Enough 
09.Stabat Mater Dolorosa (Giovanni Battista Pergolesi cover - with Floor Jansen) 
10.Twin Flames (Live Premiere) 
11.Serenade of Self-Destruction 
12.Orchestral Medley (Feint, Fools of Damnation, Mother of Light, Kingdom of Heaven, Run for a Fall,       Deep Water Horizon) 
13.The Divine Conspiracy 
14.Delirium 
15.Blank Infinity 
16.The Obsessive Devotion 
17.Retrospect (Unreleased Song, Live Premiere) 
18.Battle of the Heroes / The Imperial March (John Williams cover) (Star Wars Medley) 
19.Quietus (With Yves Huts, Jeroen Simons and Ad Sluijter) 
20.The Phantom Agony 

Encore 1:
21.Cry for the Moon (Extended Drum Outro) 
22.Sancta Terra (with Floor Jansen) 
23.Design Your Universe 

Encore 2: 
25.Storm the Sorrow 
26.Consign to Oblivion

Through Lucy Eyes

Template por Butlariz Modificado por Lusy Oliveira