30 de junho de 2013

Por Trás das Letras: A Condessa de Sangue

Sempre quando escuto um álbum novo, pego as letras das músicas para ler e saber sobre o que elas tratam, histórias que elas contam ou a mensagem que o artista quer nos passar sobre seus sentimento e experiência vividas. Muitas pessoas sempre falam que músicas do estilo Rock/Metal são músicas do demônio, que falam sobre coisas ruins e coisa e tal, mais nem sabem do que a música realmente trata. Ao invés de pegarem as letras das músicas para ler e descobrir o que é abordado, preferem criticar. Isso me deixa indignada!
Abrindo a série de post que aqui chamo de “Por Trás das Letras”, eis uma história sombria e cruel, que é contada no álbum “Karma” do Kamelot. Há uma trilogia de músicas inspiradas na história da Condessa de Sangue, Elisabeth Bathory.



Elizabeth era uma condessa da renomada família Bathory, nascida na Hungria. Ela é conhecida por seus castigos cruéis, principalmente contra seus servos e criados. Um comportamento sádico que se iniciou após seu casamento, em virtude de seu marido ser um militar que sempre ficava muito tempo longe de casa. Esse comportamento também era uma consequência de sua obsessão por sua beleza e juventude, retratada no trecho da primeira música da trilogia “Mirror Mirror”:


“Mirror can you tell me how to stay forever young
Let me know the secret I will hold my twisted tongue
Please protect my beauty Velvet skin so pure and white
Hear my name resounding Like a hymn at dead of night”

“Espelho, você pode me dizer como ficar jovem para sempre?
Conte-me o segredo manterei minha boca fechada
Por favor proteja minha beleza pele aveludada tão pura e branca
Ouça meu nome ressoando como um hino na calada da noite”


Muitos de seus castigos incluíam espancamentos; mutilação mordendo e arrancando a carne dos rostos braços e outras partes do corpo; o uso de agulhas, congelamento e morrer de fome. A maioria de suas vítimas eram jovens bonitas e servas, mas depois de algum tempo ela passa também a vitimar jovens da nobreza que eram enviadas até ela para aprender etiqueta. Com tempo Elizabeth passou a acreditar que o sangue das virgens que matava fazia rejuvenescer. Isso ocorreu após Elizabeth espancar uma de suas criadas e o sangue dela respingar sob sua pele. A partir disso, surgiu uma lenda que dizia que a Condessa se banhava no sangue de suas vítimas. Isso é retratado nos trechos de “Mirror Mirror” e “Requeim For The Innocent”, respectivamente abaixo:
“Once I struck a servant she's a virgin free from sin
Drops of blood caressed me and refined my aging skin”

“Uma vez eu abati uma criada, ela era uma virgem livre do pecado
Gotas de sangue me acariciaram e purificaram minha pele envelhecida”


“When the moon is full and piercing bright
Drench me with your innocence tonight”

“Quando a lua está cheia e com um brilho penetrante
Me encharco com sua inocência esta noite”

Em 1610 começaram as investigações e a condessa foi presa e condenada a prisão perpetua em 26 de Dezembro de 1610 enquanto seus cúmplices foram condenados a morte. Eles foram condenados por 80 mortes, mais há um número relativo a 650 vitimas mais este número não pode ser provado. Elisabeth foi encontrada morta em 26 de Agosto de 1614, mais a data real de sua morte é desconhecida.

“What if there's a God a hell and heaven
Fire is the torment I must face
Dying by the souls I have forsaken
No one's going to catch my fall from grace”


“E se existir um Deus, um inferno e um paraíso?
Fogo é a tormenta que eu devo enfrentar
Morrendo pelas almas que eu abandonei
Ninguém vai impedir minha queda em desgraça”

Mais o Kamelot não foram os únicos a tomar a história da Condessa como inspiração para suas canções. Há também uma canção da banda Ghost intitulada "Elizabeth" e um filme húngaro, chamado “Bathory” ou em português “A Condessa de Sangue”. 
Elizabeth era realmente uma mulher cruel e sanguinária, sua história é definitivamente sombria. Mas o que mais me impressionou, ao ler sob sua história, é de que ela foi julgada e condenada. Para uma época como aquela onde a posição social e o dinheiro contavam muito mais do que suas atitudes, porém muitos dizem que ela pode ter sido vitima de conspiração por causa de sua riqueza.
See you the next horror story,
Lucy

Through Lucy Eyes

Template por Butlariz Modificado por Lusy Oliveira